Policial

Neto é suspeito de estuprar avó de 61 anos em Campina Grande

A mulher foi socorrida por vizinhos e encaminhada para o Hospital de Trauma. Delegacia da Mulher está à frente do caso.




Na noite deste domingo (19), uma mulher de 61 anos foi estuprada no bairro Itararé, na zona sul Campina Grande. O crime aconteceu por volta das 18h30, quando a senhora voltava para casa, e o principal suspeito é o próprio neto da vítima, que tem 20 anos e está foragido. A mulher foi socorrida por vizinhos e encaminhada para o Hospital de Trauma de Campina Grande.

Segundo as informações do Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop), enquanto a vítima era socorrida, as viaturas fizeram buscas pela região, na tentativa de capturar o suspeito, mas ele não foi localizado. A vítima estava em estado de choque e apresentava alguns ferimentos pelo corpo.

A delegada responsável pelo caso, Maria Madlene Oliveira, da Delegacia do Idoso, afirmou que o jovem morava com a vítima até novembro do ano passado, quando a senhora pediu para que ele saísse de casa por se sentir ameaçada pelo neto. O convício entre os dois, entretanto, começou a ser retomado há cerca de uma semana.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, a mulher recebeu os primeiros antedimentos na unidade, mas depois foi encaminhada para o Instituto de Saúde Elpidio de Almeida, especializado em tratamentos pós-estupros. 

 

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.