Policial

Médico é preso após explosão de bomba caseira nos Bancários

Luciano Angelo Jerônimo foi encaminhado à 9ª DD, mas foi liberado após assinatura de termo de compromisso. No carro tinham mais sete bombas.




Da Redação

Um médico foi preso em flagrante, às 5h desta terça-feira (23), nos Bancários, pela explosão acidental de uma bomba no interior de seu carro, um Meriva prata. No boletim de ocorrência consta que Luciano Ângelo Jerônimo tem 55 anos e é médico do Hospital de Trauma (informação esta que foi desmentida pela direção do hospital).

Durante a fuga, o veículo ficou sem combustível e ele foi atacado por populares, que depredaram o carro, já rebocado. Ele sofreu escoriações nas pernas e nos braços.

De acordo com a polícia, esta não é a primeira vez que o médico é detido com explosivos. Há cerca de um mês, Luciano tinha sido responsável por jogar bombas quando dentro da casa de uma senhora.

Hoje, após o incidente em uma rua próxima ao Shopping Sul, nos Bancários, a Polícia Militar levou o médico para a 9ª Delegacia Distrital, em Mangabeira, onde ele foi autuado de acordo com a Lei de Contravenções Penais (Art. 42).

De acordo com informações da delegacia, as duas bombas grandes e as seis pequenas estão à disposição do Grupo de Operações Especiais (GOE), que deve levá-las para perícia técnica no Instituto de Polícia Científica (IPC). O médico assinou um Termo Substanciado, no qual assume a responsbilidade pelo ato, mas foi liberado.

Atualizada às 14h37 de 24 de junho de 2009

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.