Policial

Mais 15 presos são transferidos para novo presídio em Jacarapé

Unidade recebeu 13 homens do presídio de Segurança Máxima de Mangabeira e dois do Serrotão. No total, 423 detentos já chegaram à penitenciária.



Secom-PB
Secom-PB
Novos presídios do estado têm capacidade para 1.200 homens.

Da Redação
Com informações da TV Cabo Branco

Mais 15 presos foram transferidos para o novo presídio PB-I, em João Pessoa, na noite da quinta-feira (31). A nova unidade penitenciária, localizada em Jacarapé, recebeu 13 homens do presídio de Segurança Máxima de Mangabeira e mais dois do Sílvio Porto, que fica no mesmo bairro. No total, 423 detentos chegaram ao PB-I desde a sua abertura, há pouco mais de 15 dias.

Em seus primeiros dias de atividade, o PB-I recebeu 100 presos do Serrotão, de Campina Grande, e mais 100 do Roger, de João Pessoa. O presídio de segurança máxima foi construído para abrigar os presos mais perigosos do Estado, sendo apresentado como um modelo de modernidade e segurança. O PB-I conta com piso concretado para dificultar a escavação de túneis e com passarelas entre uma guarita e outra, para permitir a mobilidade dos policiais em cima dos muros.

Com a entrega do PB-I e, também, dos recém-construídos PB-II, em Mangabeira, e a Máxima de Campina Grande, a Paraíba passa a contar com 1.200 novas vagas para detentos. Outras seis unidades penitenciárias foram preparadas em parceria entre o governo do Estado e o Governo Federal.

Segundo o secretário da Cidadania e Administração Penitenciária, Pedro Adelson, os novos presídios não acabam com a superpopulação, mas "certamente vão melhorar a realidade carcerária do Estado."


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.