Policial

Chefe de quadrilha foge e casal de suspeitos morre em troca de tiros com a policia

Casal é suspeito de integrar a gangue de um homem identificado como José Adailton, sendo este um dos bandidos mais procurados do Estado. 




Um homem e uma mulher morreram depois de trocarem tiros com a Polícia Civil, durante uma abordagem na cidade de Esperança, no Brejo paraibano, no domingo (27). Paulo Apolinário de Sousa, 33 anos, e Anita Flávia Pessoa, 20 anos, estavam em um sítio na zona rural e receberam os policiais a tiros. Com eles foram apreendidas duas armas de fogo. O casal é suspeito de integrar a gangue de um homem identificado como José Adailton, sendo este um dos bandidos mais procurados do Estado da Paraíba. Ele também estava no local e conseguiu fugir.

Segundo o delegado seccional da Polícia Civil de Esperança, Henry Fábio, agentes receberam a denúncia que a gangue estaria no sítio Uruçú, em uma confraternização, comemorando a realização de crimes e planejando novas ações. Por volta das 15h, os policiais chegaram no local e foram recebidos a tiros. Paulo Apolinários também é apontado como um dos líderes do grupo.
 
“Logo que anunciamos a chegada, o casal começou a atirar. Os policiais revidaram os tiros e acabaram alvejando essas duas pessoas. Foi um confronto intenso, com vários disparos. Paulo e Anita ainda foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos. Eles estavam com uma espingarda calibre 12 e um revólver”, disse Henry Fábio. 
 
Ainda e acordo com a Polícia Civil, o chefe da quadrilha é um homem identificado como  José Adailton, 35 anos, conhecido popularmente como “Tana”. Ele também estava no local onde houve a troca de tiros, mas conseguiu fugir. Segundo o delegado Henry Fábio, esta gangue é responsável por realizar mais de 30 roubos em cidades do Brejo paraibano, sendo a maior parte invasão de residências. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.