Policial

Casal suspeito de matar comerciante de Itapororoca é preso no Ceará

Dupla confessou que assassinou e matou a comerciante, com quem havia negociado a venda de uma casa.




Um casal suspeito de ter assassinado uma comerciante na cidade de Itapororoca, no Litoral Norte da Paraíba, foi preso nesta quarta-feira (18) na cidade de Saboeiro, no Ceará. A delegada de Itapororoca, Ranielle Vasconcelos, e sua equipe estão se dirigindo ao Ceará para trazer os suspeitos.

Segundo a delegada, o casal Antônio Alves de Morais, que já foi vereador na cidade de Santa Rita, de 65 anos, e Elizângela Mendonça de Morais, de 35 anos, confessaram que assassinaram e enterraram o corpo da comerciante Maria Arcanjo da Silva, que era bastante conhecida como ‘Lourdes’ em Itapororoca. Eles deverão indicar o local onde o corpo da vítima está enterrado.

"A equipe investigativa da 7ª Delegacia Seccional recebeu há cerca de 20 dias a denúncia do desaparecimento da comerciante Maria Arcanjo da Silva, que era conhecida como Lourdes, em Itapororoca", explicou a delegada. "A partir daí, começamos um verdadeiro rastreamento dos passos do casal que havia negociado a venda de uma casa com a comerciante. Conseguimos identificar através das imagens do circuito interno de um banco que os suspeitos efetuaram saques na conta da vítima", disse ela.

A delegada Ranielle Vasconcelos pediu a prisão preventiva do casal e o delegado regional de Iugatu (CE) deu cumprimento. Depois de preso, o casal confessou o crime e disse que teria enterrado o corpo em um canavial, mas não deu detalhes do local.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.