Policial

Adolescente grávida é assassinada dentro de casa enquanto dormia

Polícia acredita que Suélen da Silva Nunes tenha sido executada na madrugada desta quinta-feira (17) por ter envolvimento com rapaz que devia dinheiro a traficantes.




Karoline Zilah

Uma adolescente de 15 anos grávida foi assassinada na madrugada desta quinta-feira (17) em João Pessoa, enquanto dormia. A 9ª Delegacia Distrital informou que a vítima Suélen da Silva Nunes tinha um relacionamento com um rapaz viciado em drogas que estava devendo dinheiro a traficantes.

A estudante foi executada com um tiro no rosto enquanto dormia em um casebre na comunidade Nova República, localizada no bairro Ernesto Geisel. A polícia apurou que dois homens chegaram à comunidade em uma moto preta e invadiram a casa.

O alvo seria o namorado dela, mas como ele havia fugido, os criminosos teriam resolvido se vingar matando Suélen. A delegacia ainda não tem pistas de quem seriam os responsáveis pela morte.

Morte no Geisel

Já na noite da quarta-feira (16), por volta das 18h, um cozinheiro também foi vítima de um homicídio. Jackson Gomes da Silva, de 24 anos, estava na rua Santo Antônio, no Bairro dos Novais, quando foi atingido por, pelo menos, sete tiros.

A 3ª Delegacia Distrital, de Cruz das Armas, esteve no local e apurou as primeiras informações sobre o crime, mas não conseguiu detalhes. De acordo com o agente Aureliano, embora houvesse muita gente na rua no momento da execução, ninguém quis comentar como o crime aconteceu nem quem seriam os autores dos disparos de arma de fogo.

“Nem a própria esposa da vítima quis esclarecer o fato. Por isso os crimes ficam na impunidade, porque a gente não tem informação. Nem anonimamente as pessoas colaboram”, explicou.

De acordo com a delegacia, a esposa de Jackson apenas informou que ele não teria inimizades, nem envolvimento com drogas, o que dificulta o trabalho da Polícia Civil em busca de descobrir o motivo do homicídio. Como a autoria do crime é desconhecida, quem passa a investigar o caso é a Delegacia de Homicídios, na Central de Polícia de João Pessoa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.