Notícias

Policiais da PB fazem ato para cobra inclusão no grupo prioritário da vacina contra Covid-1

De acordo com informações da Aspol-PB, 5 policiais civis morreram vítimas de Covid-19 e 233 já foram infectados pela Covid-19.




A Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba (Aspol-PB) reuniu integrantes, nesta segunda-feira (22), para uma manifestação pela inclusão da categoria no grupo prioritário da vacinação contra Covid-19. As atividades dos policiais foram paralisadas das 11h às 13h, com civis das superintendências de João Pessoa, Campina Grande e Patos.

Beethoven Silva, diretor regional da Aspol-PB, informou, em entrevista à CBN João Pessoa, que os policiais civis atuam na linha de frente desde o começo da pandemia. “Nós temos um efetivo já bem reduzido. Com a pandemia, muitos colegas estão afastados, acometidos pela Covid-19. O governo precisa mostrar, realmente, o respeito que se tem às categorias de segurança pública”, afirmou.

Nomeada de ”lockdown”, a iniciativa conta com o apoio de representantes das forças de segurança do estado da Paraíba. De acordo com a Aspol-PB, além dos policiais civis, a manifestação contou com a participação de integrantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), policiais federais, das polícias penais e das guardas municipais.

Segundo a instituição, até o dia 5 março, cinco policiais civis morreram vítimas de Covid-19 na Paraíba, e 233 policiais já foram contaminados pela doença. “Chegamos à média de 11,3% de contaminados dentro da Polícia Civil, enquanto a média na população é de cerca de 5,4%, ou seja, o dobro”, ressaltou Beethoven.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.