Notícias

Paraíba tem o maior número de jornalistas mortos por Covid-19 no Nordeste, aponta levantamento

Dossiê foi divulgado pela Federação Nacional dos Jornalistas.




Karina Araújo, jornalista vítima da Covid-19.

A Paraíba tem o maior número de jornalistas mortos por Covid-19 do Nordeste, segundo levantamento feito pela Federação Nacional dos Jornalistas. O dossiê busca homenagear as vítimas: nesta quarta-feira (7), é comemorado o Dia do Jornalista no Brasil.

Segundo o documento da Fenaj, feito através de notícias e de acompanhamento pelos Sindicatos da categoria no país, sete jornalistas paraibanos morreram de Covid-19 entre março de 2020 e abril de 2021, sendo o maior número entre os estados nordestinos, a frente de Sergipe (5), Ceará (5), Maranhão (4), Bahia (4), Pernambuco (4), Alagoas (3), Piauí (3) e Rio Grande do Norte (2).

No Brasil, morreram 169 profissionais. Os estados do Amazonas, Pará e São Paulo foram os com maior número de mortes do país, com 19 cada. O documento alerta que o número de vítimas da categoria aumentou 8,6% em 2021, em comparação ao ano passado.

Entre os jornalistas paraibanos vítimas do coronavírus, estão Karina Araújo, que morreu em setembro de 2020 em Campina Grande, aos 48 anos; Alexandre Nunes, em dezembro de 2020 na Grande João Pessoa, aos 62 anos; e Fernando Soares, em janeiro de 2021 em Campina Grande, aos 53 anos.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.