Notícias

Live do cantor Raniery Gomes é encerrada pela polícia após denúncias, na Paraíba

Transmissão tinha a finalidade de ajudar trabalhadores do setor de eventos.




A Polícia Militar encerrou, na noite do sábado (27), uma live realizada pelo cantor de forró Raniery Gomes, em uma casa localizada no Centro de Cabedelo, na região metropolitana de João Pessoa. A ação foi realizada após denúncias de aglomeração e som alto.

A justificativa da Polícia Militar é de que o evento descumpria o decreto estadual com medidas mais restritivas no combate à pandemia de Covid-19.

Conforme o artista, a transmissão era solidária e tinha o objetivo de arrecadar recursos para ajudar financeiramente outros profissionais segmento, que foram afetados pela pandemia, por não estarem participando de eventos há mais de um ano.

Durante o vídeo, o cantor libera a entrada da equipe policial na residência em que o evento estava acontecendo. A live ainda durou quase duas horas, quando foi encerrada definitivamente.

Live do cantor Raniery Gomes é encerrada pela polícia após denúncias / Foto: Reprodução

Ao decorrer da transmissão, em vários momentos, o músico disse que não havia aglomerações no local e que os profissionais que participavam da transmissão estavam seguindo medidas de prevenção à Covid-19, como o uso de máscaras faciais.

À TV Cabo Branco, a 6ª Companhia Independente de Cabedelo disse que os motivos para encerramento da live devem ser feitos à coordenação do Ciop, que é de onde partem as determinações dos serviços. Na segunda-feira (19), um procedimento será aberto pela PM para apurar os detalhes de como a ação aconteceu.

O Jornal da Paraíba tentou entrar em contato com a assessoria de comunicação do CIOP e do cantor Raniery Gomes, mas até 10h, não teve as ligações atendidas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.