Notícias

Aulas presenciais da rede pública de ensino da Paraíba são adiadas

De acordo com plano do governo, aulas começariam no sistema híbrido em 1º de março.




As aulas presenciais da rede pública de ensino da Paraíba estão suspensas, de acordo com o governador do estado, João Azevêdo (Cidadania), em entrevista à TV Cabo Branco, nesta segunda-feira (22). As aulas começariam no sistema híbrido, com 30% da capacidade de alunos de forma presencial e 70% remota, no dia 1º de março.

João Azevêdo também defende a suspensão das atividades presenciais nas escolas particulares nas cidades que estejam classificadas nas bandeiras laranja e vermelha, pelo menos por 15 dias, para frear o aumento de casos e evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

Com a decisão, as aulas do sistema público estadual vão começar, ainda no dia 1º de março, mas de forma totalmente remota, e deve permanecer dessa forma até que o cenário da pandemia do novo coronavírus esteja mais favorável.

A medida foi adotado devido ao aumento nos casos de Covid-19 na Paraíba. Durante cinco dias consecutivos, a Paraíba registrou mais de mil casos confirmados da doença. Já são 212.286 casos de contaminação pelo novo coronavírus em todo o estado e 4.356 mortes.

O governador João Azevêdo se reúne, nesta segunda-feira (22), com o prefeito Cícero Lucena (PP) e demais prefeitos da Região Metropolitana da capital para debater esta e outras medidas de isolamento social para conter o avanço da covid-19. O chefe do Executivo estadual defende o fechamento total de bares, restaurantes, escolas, praias e igrejas, pelo menos por 15 dias, como forma de conter o avanço da covid-19 no estado.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.