Mundo

Tremor deixa mais de 200 feridos em província chinesa

Terremoto de 6,1 graus de magnitude foi registrado na província de Sichuan. Na localidade, em maio, um terremoto deixou quase 90 mil mortos e desaparecidos.




Do G1 

Terremoto de 6,1 graus de magnitude foi registrado na província de Sichuan.
Na localidade, em maio, um terremoto deixou quase 90 mil mortos e desaparecidos.
Um terremoto de 6,1 graus de magnitude deixou 231 pessoas feridas, quatro delas com gravidade, nesta sexta-feira (1), na província chinesa de Sichuan, onde em maio um terremoto de 8 graus deixou quase 90 mil mortos e desaparecidos, informou a Rádio Internacional da China.

O epicentro do tremor foi registrado entre os distritos de Pingwu e Beichuan, pertencentes à cidade de Mianyang, uma das zonas mais devastadas pelo terremoto de maio.

Em Pingwu, 231 pessoas ficaram feridas e seguem hospitalizadas, e outras 130 mil estão desabrigadas.

Além disso, o tremor destruiu 540 casas e causou danos em outras 2.450, anunciou Meng Xiancai, subdiretor do departamento de comunicação do distrito.

Xiancai disse ainda que os desabrigados serão realojados em tendas de campanha e imóveis pré-fabricados. 
 
Prejuízos materiais
O tremor causou também vários deslizamentos de terra e problemas nos serviços de comunicação.

Em Beichuan, um porta-voz do governo disse que o terremoto tinha destruído muitas casas, mas não forneceu números exatos sobre a extensão do fenômeno, informou a agência oficial "Xinhua".

Os sismólogos chineses já registraram 21.245 réplicas do terremoto de 12 de maio.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.