Mundo

Passeata reúne 1.500 refugiados tibetanos nas ruas do Nepal

Mais de 1.500 refugiados tibetanos participaram de uma passeata pacífica contra o governo chinês pelas ruas de Katmandu, sem registro de detenções.




Do G1

Mais de 1.500 refugiados tibetanos participaram neste domingo (24) de uma passeata pacífica contra o governo chinês pelas ruas de Katmandu, sem registro de detenções.

Apesar disso, a polícia apreendeu bandeiras tibetanas das mãos de alguns manifestantes e fez com que estes tirassem camisetas com as inscrições "Longa Vida a Sua Santidade o Dalai Lama", segundo um ativista tibetano que se identificou como Tenzing.

Os manifestantes que não tivessem outra peça de roupa para se cobrir recebiam a recomendação dos oficiais para que vestissem as camisetas com frases de apoio ao dalai lama ao contrário.

Os ativistas, que levavam ainda um cartaz que pedia para "que a paz prevaleça no mundo", percorreram os dez quilômetros de estrada que separa os templos budistas de Boudhanath, no nordeste de Katmandu, e Swayambhunath, no noroeste da capital.

Após a revolta registrada no Tibete em março último, ocorreram freqüentes manifestações de solidariedade por parte de exilados tibetanos na capital do Nepal, com a maioria delas terminando com centenas de detenções.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.