Mundo

Farc inicia processo de pacificação na Colômbia

Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia assinaram na segunda-feira (27) acordo para iniciar negociações de paz com governo.




O governo da Colômbia e representantes das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) assinaram ontem em Cuba um acordo para iniciar negociações para a paz no país sul-americano, informou o canal de televisão Telesur, com sede em Caracas.

Caso confirmado, será o primeiro passo para o fim do conflito com o grupo insurgente, que começou há 50 anos.

De acordo com a emissora, o conteúdo do acordo e a agenda temática das conversas serão revelados nas próximas semanas pelo governo do presidente Juan Manuel Santos.

Após a revelação, o governo colombiano confirmou que os detalhes serão revelados "em breve", sem especificar data.

A primeira reunião entre os membros do governo e da guerrilha está marcada para Oslo, na Noruega, em outubro, e terá a participação de representantes de Cuba, Venezuela e Noruega.

Um novo encontro será marcado em Havana, onde serão discutidos os detalhes para um pacto de paz.

Segundo a Telesur, o representante das Farc que participa do acordo é o comandante Mauricio, que está à frente da guerrilha após a morte de Jorge Briceño. Por parte do governo, entraram o conselheiro de Segurança Sergio Jaramillo, o ministro do Meio Ambiente, Frank Pearl, e Enrique Santos, irmão do presidente.
Em 2011, o chefe das Farc, Alfonso Cano, anunciou o desejo do grupo de começar diálogos de paz com o governo.

Ele lembrou que Santos "prometeu deixar para trás os ódios que marcaram o governo anterior", em referência ao ex-presidente Álvaro Uribe.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.