Mundo

Cuba segue Venezulea e retira embaixador do Paraguai

Governo cubano afirmou que não reconhecerá qualquer governo que não seja eleito de forma legítima.




O governo cubano decidiu ontem retirar do Paraguai o seu embaixador em Assunção, Bernardo Guanche Hernández.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores de Cuba, o país não reconhecerá qualquer governo que não seja eleito de forma legítima.Informações da Agência Brasil.

O governo cubano qualificou o processo de impeachment do ex-presidente paraguaio, Fernando Lugo, como “um golpe de Estado do Parlamento”. O embaixador Hernández deve chegar a Cuba nas próximas horas.

O Brasil também chamou o embaixador no Paraguai, Eduardo dos Santos, para prestar esclarecimentos sobre a situação no país vizinho. Assim como o Brasil, Argentina, Chile, Uruguai e outros países da América Latina decidiram convocar seus embaixadores.

A Venezuela, além de retirar seu embaixador em Assunção, também suspendeu a venda de petróleo para o país.

Segundo autoridades paraguaias, 30% do petróleo importado vêm da Venezuela. As autoridades também descartaram que possa haver desabastecimento do combustível, pois há outros fornecedores.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.