Mundo

Britânico mata jovem que conheceu no Facebook, diz jornal

Peter Chapman, de 33 anos, passou-se por jovem para atrair Ashleigh Hall. Homem já havia sido preso por estupro duas vezes.




Do G1

O britânico Peter Chapman admitiu nesta segunda-feira (8) na justiça que estuprou e matou uma adolescente de 17 anos que seduziu pelo Facebook.

Chapman, de 33 anos, mentia ser mais jovem e usava fotos de um adolescente para atrair meninas na rede social. Segundo reportagem do jornal “The Daily Mail”, o homem já havia sido preso por estupro outras duas vezes.

Ashleigh foi estrangulada em 25 de outubro do ano passado. O corpo da jovem foi encontrado em um campo próximo a Sedgefield, no interior da Inglaterra.

Segundo o promotor Graham Reeds, amigas da adolescente contaram que ela tinha baixa autoestima porque os garotos não se interessavam por ela.

Na investigação, a polícia encontrou no computador diversos diálogos da jovem com o estuprador. “Desde o começo, ele parecia obsecado por sexo e tentava marcar encontros com ela”, disse o promotor ao "Daily Mail". Chapman também mandou mensagens de texto explícitas para o celular da adolescente.

O homem admitiu os crimes no primeiro dia de seu julgamento, nesta segunda. A sentença ainda não foi determinada pelo juiz.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.