Esportes

Valdeno corre para fechar ‘ano perfeito’

Paraibano foi o piloto que mais venceu corridas, somadas três categorias diferentes no país. 



Divulgação
Divulgação

Um ano mais que vencedor para o piloto paraibano Valdeno Brito no automobilismo. Ao longo de 2011, foram 13 vezes no lugar mais alto do pódio, que deram ao piloto um “título” respeitado. O de piloto que mais venceu corridas, somadas três categorias diferentes no país. Foram sete na GT Brasil, outras cinco no Brasileiro de Marcas e uma na Stock Car.

Apesar de ficar fora pela primeira vez da super final na principal categoria do automobilismo brasileiro, Valdeno não lamenta a temporada 2011 e afirma que o ano deve ser muito comemorado.

Além da vitória, o piloto lembrou que está morando em Brasília, mais perto da Paraíba, dos familiares e que já tem contrato assinado para a temporada do ano que vem na Stock Car. “Acho que 2011 foi um ano muito bom para mim. Estou muito feliz com todos os resultados obtidos. A mudança para Brasília foi muito boa e fico contente de já ter resolvido meu futuro na Stock. Agora temos mais um fim de semana para aumentar o número de vitórias no ano”, disse o piloto paraibano.

Nesse domingo, Valdeno Brito e seu companheiro de equipe, Matheus Stumpf, entram a bordo do Ford GT número 7 para disputar a última corrida do ano, no encerramento da GT Brasil. A prova será disputada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, e vai definir quem fica com o título da categoria.

A briga pela liderança e pelo título na GT Brasil está entre a dupla formada pelo paraibano e por Stumpf e o dueto Xandinho e Xandy Negrão. Nesta sexta-feira, acontece o primeiro treino livre em Interlagos. Ontem foi disputada a primeira prova da rodada dupla, assim como os treinos classificatórios.

O JORNAL DA PARAÍBA já havia anunciado a assinatura de contrato do paraibano com a equipe de Andreas Mattheis para a temporada 2012 da Stock Car. A equipe é a mesma pela qual Valdeno Brito venceu a primeira versão da corrida do milhão, em 2008.

No ano que vem, o paraibano terá como companheiro de equipe Alceu Feldmann, que permanece no time A. Mattheis. Alceu correu neste ano ao lado de Popó Bueno, que perdeu espaço. (Especial para o JP)
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.