Esportes

Treze e Campinense decidem o título do Campeonato Paraibano neste sábado

Decisão com os ‘Maiorais’ acontece quase 12 anos depois e no primeiro jogo, o Galo venceu por 2 a 0.




Foto: Josemar Gonçalves/FPF

Quase doze anos depois, Treze e Campinense voltam a decidir um título do Campeonato Paraibano. A segunda parte deste encontro, que teve o Galo da Borborema saindo na frente na última quarta-feira (12), acontecerá neste sábado (15), às 16h, no Estádio Amigão. O Campinense precisa vencer por três gols de diferença para ficar com a taça, já que o Treze venceu o primeiro jogo por 2 a 0. Se a Raposa devolver o mesmo placar, o título será decidido nos pênaltis.

O árbitro deste jogo será o paulista Marcelo Aparecido Ribeiro, que desde o ano passado integra o quadro da Federação Paraibana de Futebol (FPF).

No lado rubro-negro, a diretoria demitiu o técnico Nei Júnior, após a derrota por 2 a 0 para o Treze no primeiro jogo da final. Nesta partida, o comandante será Hélio Cabral, que já havia sido responsável pela função técnica nos desafios contra Atlético de Cajazeiras e Botafogo.

O técnico do Treze, Moacir Júnior, dedicou a vitória na primeira partida aos jogadores do Galo da Borborema. Segundo ele, a conquista do título virá com o mesmo empenho e a mesma força de vontade de todos.

“A equipe fez um ótimo jogo dentro daquilo que esperávamos de produtividade. E a presença da comissão técnica como um todo mostra que não se ganha sozinho no futebol. Aqui a gente sabe disso e valorizamos o trabalho de cada um. Fazemos de uma forma muito dedicada. A gente sabe que ainda não acabou, temos que respeitar o nosso adversário. Vamos seguir o nosso trabalho. Eu gostaria de dedicar essa vitória à torcida do Treze. Espero que possamos fazer mais um grande jogo, somar os três pontos e poder coroar esta conquista”, disse Moacir.

O ‘Clássico dos Maiorais’, como é conhecido o confronto entre Campinense e Treze, aconteceu em uma final de Campeonato Paraibano pela última vez em 2008, quando a Raposa levou a melhor. De lá pra cá, o Treze foi campeão em 2010 e 2011. Já o Campinense ficou com a taça de 2012, 2015 e 2016.

Por serem finalistas, as duas equipes estão garantidas na Copa do Brasil de 2021. Mas, na Copa do Nordeste, representará a Paraíba apenas o campeão. A sistemática da competição é ter o campeão paraibano e a segunda vaga pode ser ocupada pelo melhor time paraibano no ranking da CBF. Neste caso é o Botafogo-PB, mas para disputar o torneio regional, o Belo precisa disputar a Pré-Copa do Nordeste.

Na primeira fase, Campinense e Treze fizeram as melhores campanhas nos seus grupos. O Treze foi líder do Grupo A, com seis vitórias, dois empates e duas derrotas, em dez jogos. O desempenho do Campinense foi um pouco parecido, com cinco vitórias, dois empates e três derrotas.

Para conquistar as vagas na final, as duas equipes se classificaram nos pênaltis. O Campinense empatou com o Sousa em 2 a 2, no Marizão, em Sousa e depois ficou no 0 a 0, mas venceu por 5 a 4 nos pênaltis. Já o Treze perdeu no primeiro jogo para o Botafogo-PB por 2 a 0 e depois devolveu o resultado, vencendo em Campina Grande pelo mesmo placar. Nos pênaltis, derrotou o Botafogo-PB por 5 a 4.

 

Nas ondas do rádio

 

O Clássico dos Maiorais será transmitido pela Rádio CBN Paraíba (101,7 FM e 920 AM em João Pessoa; 103,5 FM em Campina Grande). A narração será de Nilton Batista, os comentários de Bruno Rafael e Leonardo Alves, além das reportagens com Gersal Freire e Izabel Rodrigues. A Central da Bola contará com o comando de Apolo Ricarte, Phillipy Costa e Expedito Madruga.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.