Esportes

Técnico do Desportiva mantém otimismo de ainda livrar o time do rebaixamento

Empate dentro de casa, com o Auto Esporte, complicou ainda mais a situação do Azulão do Brejo.




Foto: Silas Batista/GloboEsporte.com/PB

O empate sem gols entre Desportiva Guarabira e Auto Esporte complica, ainda mais, a situação dos dois clubes no Campeonato Paraibano. Pelo lado do Azulão do Brejo, a equipe ainda não conseguiu vencer sob o comando de Luciano Silva que, por sua vez, mesmo com o retrospecto negativo, vê o time em quadro evolutivo e precisando de melhoras pontuais. O treinador terá dez dias para procurar os ajustes e tentar fugir do Quadrangular da Morte.

Pressionados pelas campanhas no estadual, Deportiva e Auto fizeram o jogo dos lanternas na noite dessa quinta-feira no Estádio Sílvio Porto. Ambos os times precisavam da vitória, mas ficaram no 0 a 0. O resultado evidenciou problemas na equipe guarabirense, que não conseguiu vencer o Macaco Autino e cedeu o único ponto do time de João Pessoa na competição. Após o jogo, o técnico Luciano Silva não ocultou o desapontamento com o resultado e tratou de pontuar tudo o que precisa ser melhorado.

“Faltou um pouquinho mais de verticalidade para chegar ao gol e termos mais oportunidades. Tivemos uma ou duas oportunidades claras na primeira etapa, onde, no ponto de vista emocional, traria uma confiança maior, saindo o primeiro gol. Acabou não acontecendo. Fizemos algumas alterações de posicionamento e de sistema dentro do jogo. E também não conseguimos furar o bloqueio do Auto. Faltou um pouquinho mais de capricho e qualidade para transformar o nosso volume de posse de bola e de iniciativa em gols”, disse o técnico.

Leia mais no GloboEsporte.com/PB


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.