Esportes

Paraibanos estreiam hoje no Circuito N/NE de Hipismo

Nesta sexta-feira (29), 27 conjuntos paraibanos entram na disputa de etapa válida para o Circuito Norte-Nordeste de Hipismo, no Jiqui Country Club, em Parnamirim, Rio Grande do Norte.




Do Jornal da Paraíba

A partir de hoje, 27 conjuntos paraibanos entram na disputa pelos troféus do Campeonato Norte-Nordeste de Hipismo, no Jiqui Country Club, em Parnamirim, Rio Grande do Norte. As provas acontecerão durante todo o fim de semana e o evento também é válido como etapa do Circuito Norte-Nordeste e do Concurso de Saltos Nacional (CSN), com peso 1,5 para o ranking da CBH. Para os vencedores, serão distribuídos R$ 22 mil em prêmios.

Entre os representantes paraibanos estão João Pedro, Moisés Chaves, Henry Filho, Marcos Souto Maior Neto, Gabriel José e Maria Adélia Souto Maior pela série Escola; Marcela Rolim, Ana Emília Vinagre Dias, André Frade, Andressa Vinagre Dias, Lucas Dantas e Isabela Moura pela Extra; Maria Eduarda Carlos, Tatiana Urquiza, Gabriela Dantas e Luiz Carlos Vargas na série Preliminar; além de Thiago Crivellari, Antônio de Sousa Lopes e Vitor Dantas, que disputam a série Intermediária.

Uma das preocupações dos cavaleiros e amazonas paraibanos era com o clima chuvoso. Para o cavaleiro profissional Thiago Crivellari, 27, da Sociedade Hípica Cabo Branco (SHCB), “a chuva tira o brilho do concurso”, mas não atrapalha a competitividade. Até ontem, o tempo estava sem nuvens, e há expectativa de que os próximos dias continuem ensolarados. Crivellari fala ainda do nível da competição: “A Paraíba está participando com conjuntos muito fortes, com alto nível em disputas de Norte-Nordeste. Temos que enfrentar os competidores de fora, que são tão fortes quanto os paraibanos”, disse o cavaleiro.

Thiago Crivellari se apaixonou pelo hipismo aos 10 anos, mas só aos 15 começou a competir profissionalmente. O amor ao esporte foi tanto que decidiu trabalhar com cavalos e hoje vive somente do hipismo. “Trabalhar com cavalos foi a forma que encontrei para vivenciar diariamente o esporte. Por conta do hipismo, melhorei minha coordenação, sou mais concentrado e disciplinado. Eu me sinto realizado como cavaleiro profissional”, revela Crivellari.

A etapa do Norte-Nordeste terá 3.825 m² de área total para o percurso da pista principal, que nesta edição é assinado pelo experiente desenhador Davi Navarro, do Distrito Federal. Outro ponto forte da etapa será o júri, presidido pela paulista Jaqueline Pavão. Em cada série será utilizado o sistema de contagem olímpica de pontos e, para o ranking nacional, o mesmo sistema de contagem da Copa do Mundo.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.