Esportes

Paraibano é paredão

Bicampeão paralímpico, atleta paraibano defende a Seleção Brasileira de futebol de 5 há 10 anos.



Cahê Mota/Globoesporte.com
Cahê Mota/Globoesporte.com
Fábio foi um dos responsáveis pela vitória brasileira nos Jogos Paralímpicos de Londres

Pode parecer estranho, mas um atleta sem deficiência foi o responsável por uma das vitórias mais emocionantes do Brasil nos Jogos Paralímpicos de Londres. Goleiro do futebol de 5, Fábio diz que é apenas “mais um” e que “o esporte é dos cegos”.

Entretanto, no duelo contra a Argentina, pelas semifinais, os flashes se voltaram para ele.

Como se não bastasse a defesa sensacional em chute de Silvio Velo, que manteve o 0 a 0 nos 50 minutos de bola rolando, o paraibano parou duas cobranças dos “hermanos” e garantiu o 1 a 0 nos pênaltis. Mérito indiscutível, mas o camisa 1 admite ainda ser tratado com certo desdém.

Bicampeão paralímpico, Fábio defende a seleção de futebol de 5 há 10 anos, quando deixou o futsal. Amigo de Hulk, Marcelinho Paraíba e Fábio Bilica, todos conterrâneos de Campina Grande, o goleiro revelou que muitas pessoas ainda apontam sua profissão como fácil, uma vez que os adversários não podem enxergar.

“Ainda há aquele mito: “Ah, é o goleiro dos ceguinhos, agarrar com cegos é fácil”. Infelizmente, ainda tem isso. Pensam que é moleza, mas a responsabilidade é grande. Ainda mais nas Paralimpíadas. Vestir a camisa verde e amarela não é fácil. Eu fico feliz por ajudar. Sou apenas mais um aqui, o esporte é dos cegos. Tento me manter preparado sempre e puder contribuir.

Graças às defesas de Fábio nas cobranças de Sacayan e Padilla, o Brasil encara a França na disputa pelo ouro neste sábado, às 11h45 (de Brasília). Campeão nas duas únicas edições em que a modalidade fez parte dos Jogos (Atenas-2004 e Pequim-2008), os brasileiros defendem a invencibilidade. (Do Globoesporte.com)


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.