Esportes

Marcos Nascimento assume culpa pela situação do Naça, mas mantém otimismo

Técnico do Canário do Sertão garante que o time vai brigar pela vaga no mata-mata do Paraibano.




Com a derrota para o CSP no último domingo, o Nacional de Patos saiu da zona classificatória para a fase de mata-mata do Campeonato Paraibano. Responsabilizando-se pelo resultado negativo, o técnico Marcos Nascimento terá a semana inteira para ajustar o time, visando o confronto decisivo contra o Serrano-PB, no próximo domingo, em jogo válido pela décima e última rodada da primeira fase da competição, para brigar pela vaga no G-3 do Grupo A. A equipe sertaneja, no entanto, precisa fazer a sua parte ainda torcer por tropeço do Sousa ou do Botafogo-PB.

Com erros, o Naça deixou escapar a vaga no G-3. As vitórias de Sousa e do Botafogo-PB – sobre Treze e Desportiva Guarabira respectivamente – complicaram o cenário da equipe patoense. Dinossauro e Belo se distanciaram e fecham o grupo classificatório do Grupo A, que tem o Campinense como líder. Sem responsabilizar ninguém, o técnico alviverde assumiu a culpa da derrota diante da torcida do Canário.

“Sou eu que coloco eles (jogadores) para jogar. Chamo a responsabilidade para mim. A culpa total eu assumo. Só quero que a equipe treine na semana e vá para Campina jogar o que sabe jogar”, declarou Marcos Nascimento.

Leia mais no GloboEsporte.com/PB


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.