Esportes

Fepa aposta em candidato de consenso para superar crise

Federação Equestre Paraibana (Fepa) terá novo comando a partir de 2010. Empresária Mariza Ribeiro Muguet foi lançada como candidata de consenso para as eleições da próxima semana.



Divulgação
Divulgação
Empresária Mariza Ribeiro vai encabeçar chapa única para Fepa

Expedito Madruga
Do Jornal da Paraíba

A Federação Equestre Paraibana (Fepa) terá novo comando a partir de 2010. A empresária Mariza Ribeiro Muguet foi lançada como candidata de consenso para as eleições da próxima semana. Ela assume o cargo de presidente no lugar de Manuelina Hardman. “Recebi esse convite há uma semana e fiquei muito feliz. Para falar a verdade, não esperava por esse convite, mas vou procurar trabalhar com muita seriedade para honrá-lo”, disse Mariza.

A reunião que definiu o nome de Mariza aconteceu na última terça-feira (1), reunindo os representantes legais das nove entidades filiadas à Fepa, entre eles, o empresário Eduardo Carlos, da Sociedade Hípica Cabo Branco (SHCB). Estiveram presentes ainda a atual presidente, Manuelina Hardman, a vice Juliana Medeiros, além do coronel Morena, representando o Exército Brasileiro.

De início duas chapas foram lançadas: a da situação, encabeçada por Juliana Medeiros, e a da oposição, tendo à frente o coronel Monteiro, da Polícia Militar. Para evitar o enfraquecimento da Fepa, chegou-se a uma candidata única e de consenso, no caso, Mariza Muguet.

A futura presidente é mãe do cavaleiro Eduardo Muguet, um dos principais nomes do hipismo paraibano. Mariza pode ser considerada uma das precursoras da modalidade no Estado, uma vez que apoiava o filho antes mesmo da criação da Fepa.

A maior bandeira da nova presidente será transformar o hipismo em uma modalidade viável. Para isso, pede a participação da iniciativa privada. “O hipismo é um esporte caro, não podemos esquecer isso. Você tem muitos gastos para disputar uma competição fora da Paraíba. A nossa intenção é divulgar o esporte, conseguir patrocínios de empresas privadas. É assim que o hipismo consegue destaque no Sul do país”, compara Mariza.

Prestação de Contas

Embora na reunião da última terça-feira (1) tenha havido um princípio de discussão por causa da matéria publicada no Jornal da Paraíba do último sábado, denunciando a falta de apresentação de documentos administrativos, financeiros e contábeis de março a novembro deste ano, os tais documentos não foram apresentados – como aliás, determina o Estatuto da Fepa.

Paulo Dias, da SHCB, confirmou que o assunto será encaminhado à Confederação Brasileira de Hipismo. “É lamentável que o balanço de março a novembro não tenha sido apresentado na reunião, como é dever da atual diretoria. Por isso, sinto-me na obrigação de remeter o caso para a CBH conhecer, processar e decidir o que será feito”, disse Paulo Dias.

A futura presidente preferiu não comentar o assunto. “Essa é uma cobrança que tem que ser dirigida ao Conselho Fiscal, que tem pessoas capazes de responder essa questão. Não tenho conhecimento dessa situação e por isso prefiro não falar nada a respeito. Seria até antiético se falasse alguma coisa agora”, encerrou Mariza.

Mesmo eleita, na próxima terça-feira (8), a nova presidente Mariza Muguet terá que apresentar o balanço, pois este diz respeito à Federação. Além disso, vai assumir a responsabilidade de outros débitos – só para citar alguns, está o parcelamento da dívida com a CBH e o valor da ambulância da última etapa do Circuito Norte-Nordeste, que ainda não foi quitado.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.