Esportes

Ministério Público recomenda que jogos realizados pela CBF sejam suspensos

Nota técnica cita diretamente jogos da Copa do Brasil e Copa do Nordeste que acontecerão nas próximas semanas na Paraíba.




O procurador paraibano Valberto Lira preside a Comissão Nacional de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios de Futebol. Foto: Raniery Soares/CBN

O procurador do Ministério Público da Paraíba, Valberto Lira, enviará uma nota técnica à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), recomendando que a entidade não realize partidas da Copa do Brasil e Copa do Nordeste no estado, nestas próximas semanas. A recomendação, segundo ele, também será estendida à Federação Paraibana de Futebol (FPF), que está com seu campeonato estadual programado para iniciar no próximo dia 17. A informação é do ge Paraíba.

Segundo Valberto, o seu posicionamento é o mesmo de outros procuradores dos Ministérios Públicos Estaduais, que farão uma assinatura em conjunto do documento que será encaminhado à CBF. Valberto Lira é presidente da Comissão Nacional de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios.

Para recomendar a não realização dos jogos na Paraíba especificamente, o procurador usa o Decreto Estadual nº 41.053, de 23 de fevereiro de 2021, em que o governador João Azevêdo (Cidadania) determinou a suspensão de atividades não essenciais durante o período ente os dias 24 de fevereiro e 10 de março.

Ele cita a partida entre Treze e Altos do Piauí pela Copa do Nordeste, marcada para sábado (6), às 18h15, no Estádio Amigão, além do jogo entre Campinense e Bahia, válido pela Copa do Brasil, às 21h30 de terça-feira (9).

Caso a CBF não atenda a recomendação, segundo Valberto, os Ministérios Públicos Estaduais vão ingressar com ações civis públicas em todos os estados, para que a justiça determine a suspensão das partidas de futebol, já que não são consideradas atividades essenciais, por causa do avanço da pandemia de Covid-19 em todo o país.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.