Esportes

CBF reage, nega ‘pane’ e culpa clubes por adiamento de rodada

Segundo a entidade nacional, a pane simplesmente não aconteceu e os eventuais problemas da competição local são de responsabilidade exclusiva da FPF




A CBF não gostou nada da informação repassada pela Federação Paraibana de Futebol de que “uma pane no sistema de registro de jogadores” da CBF provocou o adiamento da rodada deste meio de semana da 2ª divisão do Paraibano.

Segundo a entidade nacional, a pane simplesmente não aconteceu e os eventuais problemas da competição local são de responsabilidade exclusiva da FPF e dos clubes participantes da competição. E não poderiam ser jamais atribuídos a terceiros.

Na manhã de ontem, algumas horas depois do adiamento da rodada, a assessoria de imprensa da CBF entrou em contato com a reportagem para comentar o caso.

Disse que na segunda-feira o sistema ficou fora do ar por apenas duas horas, para “manutenção do servidor”, mas que funcionou normalmente ao longo de sete outras horas do dia, de forma que a conta pelo adiamento não poderia recair sobre a CBF.

Ainda de acordo com a nota, na segunda-feira e na terça-feira foram publicados 505 contratos de jogadores, sendo 255 deles apenas na segunda, dia da suposta “pane”.

Assim, a nota assinada por Reynaldo Buzzoni, diretor de Registro e Transferência da CBF, fala que “se os clubes não enviaram os documentos em tempo hábil, o sistema não pode ser usado como justificativa”.

 

NOTA DA CBF

Reação da CBF foi imediata. Em nota enviada pela assessoria de imprensa, o diretor de registro Reynaldo Buzzoni se defende.

“Não houve pane no sistema de registro na segunda-feira (17). A ferramenta ficou fora do ar por duas horas para manutenção do servidor, mas funcionou, corretamente, nas outras sete horas. É importante ressaltar que, pelo Regulamento Nacional de Registro e Transferência (artigo 23), a CBF tem 48 horas úteis para publicar o contrato depois que o documento chegar à entidade. O diretor de Registro e Transferência da CBF, Reynaldo Buzzoni, destaca que, na segunda, foram publicados 255 contratos recebidos na sexta-feira. Na terça, foram publicados 250 contratos que chegaram na segunda. Portanto, se os clubes não enviaram em tempo hábil, o sistema não pode ser usado como justificativa”. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.