Esportes

Bomba de Thiaguinho contra o Coritiba recoloca o Botafogo no G-4

Equipe alvinegra confirma boa fase e, de quebra, tira o rival Flamengo na zona de classificação para a Taça Libertadores.




Do Globoesporte.com

Com um belo gol de Thiaguinho, o Botafogo deu seqüência na boa fase que atravessa e venceu o Coritiba por 1 a 0, neste sábado, no Couto Pereira. Com o resultado, o Alvinegro chega aos 42 pontos no Campeonato Brasileiro e retorna ao G-4, na quarta colocação. O Coxa permanece com 37, na oitava posição. Para dar ainda mais alegria aos botafoguenses, a vitória, de quebra, tirou o rival Flamengo da zona de classificação para a Libertadores.

Na próxima rodada, domingo, 14 de setembro, o Bota tem compromisso marcado diante do Internacional, no Rio de Janeiro. O time alviverde enfrenta o Vitória, na Bahia.

Equipes criam muito, mas goleiros se destacam

As duas equipes mostraram desde o apito inicial que iriam para cima buscar a vitória. O Botafogo adiantou a marcação e complicou a saída de bola do Coxa. E foram os cariocas que criaram a primeira grande chance de marcar. Aos cinco minutos, Wellington Paulista cruzou da direita, o zagueiro Maurício escorregou e Carlos Alberto ficou livre de cara para o gol. O jogador, no entanto, se enrolou na frente de Vanderlei e perdeu a oportunidade. Refeito do susto, o Coritiba passou a investir nas bolas aéreas e chegou com perigo aos 11. Após cruzamento, Mancha mandou de cabeça e Maurício desviou a trajetória da bola, mas Triguinho tirou em cima da linha. Três minutos depois, Keirrison acertou o travessão em uma bola de cabeça, no rebote, o próprio atacante chutou e Triguinho salvou o gol certo novamente.

Aproveitando a velocidade dos seus homens de frente, o Bota levou perigo nos contra-ataques. Aos 15, Jorge Henrique pegou de primeira um chute dentro da área e Vanderlei fez ótima defesa. Aos 17, foi a vez de Keirrison mostrar que também é veloz. O atacante recebeu sozinho na frente e tentou encobrir Renan, que esticou todo e fez a defesa. Os goleiros estavam realmente inspirados. Aos 31, Jorge Henrique pegou um rebote da zaga e chutou forte, mas Vanderlei, bem posicionado, defendeu. No lance seguinte, Túlio cruzou na medida para Carlos Alberto, que desviou de cabeça. Com os pés, o goleiro do Coxa afastou o perigo de forma espetacular.

Nos minutos finais da primeira etapa, os donos da casa ensaiaram uma pressão e criaram boas chances. Rodrigo Heffner, aos 39, arriscou de fora e Renan defendeu com a ponta dos dedos. Aos 40, após um cruzamento da direita, Tiago Bernardi mandou de cabeça e a bola passou rente ao travessão.

Thiaguinho consegue vencer o goleiro Vanderlei

As duas equipes voltaram do vestiário sem deixar o ritmo da partida cair. Aos quatro minutos, Maurício mandou de cabeça após o cruzamento, mas, antes de a bola chegar no gol, Keirrison desviou e ela foi por cima do gol. O jogo seguiu muito brigado, com os dois times alternando bons momentos, mas foi o Botafogo que teve mais competência e abriu o placar. Aos 24, Thiaguinho recebeu passe de Jorge Henrique e, de muito longe, mandou uma bomba no ângulo de Vanderlei, que se esticou mas não chegou na bola: 1 a 0.

Atrás no placar, os donos da casa tomaram uma postura mais ofensiva, mas tinham dificuldade no último passe. Apesar do volume de jogo maior, encontrava dificuldade de criar chances claras de gol. O Botafogo, nos contra-ataques, é quem levava mais perigo. Aos 39, Wellington Paulista arrancou pela direita e cruzou rasteiro para Gil, que chutou de dentro da pequena área. Vanderlei fez outra grande defesa. Até o apito final, o Coxa continuou tentando, mas esbarrou na má pontaria dos seus jogadores. O lance de mais perigo foi com Keirisson, em uma cobrança de falta aos 48 minutos.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.