Eleições 2020

Olímpio promete desapropriar prédios de Campina Grande para abrigar população pobre

Candidato do PSOL confessou que as propostas de seu plano de governo não foram calculadas do ponto de vista orçamentário




O candidato à prefeitura de Campina Grande pelo PSOL, Olímpio Rocha, disse em entrevista, na manhã desta quinta-feira (5), que se for eleito deverá desapropriar prédios do centro da cidade para garantir moradia à população mais pobre do município. Olímpio reconheceu que Conjunto Aluízio Campos é uma conquista, mas lamentou que seja tão distante.

“O Aluízio Campos é uma grande conquista disponibilizada pelo Governo Dilma, mas é muito longe, não tem acesso a demais serviços públicos de saúde e educação. Nós queremos fazer com que as pessoas morem no Centro. Segundo dados da Frente pelo Direito à Cidade, são mais de 800 imóveis que descumprem a função social só no centro da cidade. Então vamos desapropriar, e desapropriar não é roubar, é avaliar, dizer quanto vale e pagar o preço justo ao proprietário que descumpre a função social”, ressaltou.

O representante da coligação ‘Campina merece ser grande’ confessou que as propostas de seu plano de governo, que tem 89 páginas, não foram calculadas do ponto de vista orçamentário. “Nosso plano de governo está aberto à colaboração de todos e todas. Em todas as nossas propostas colocamos a ressalva – dentro das possibilidades do orçamento municipal”, disse Olímpio.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.