Eleições 2020

Inácio promete criar política pública para manutenção de instituições de CG

De acordo com o candidato, planejamento será viabilizado com o corte de verbas gastas em nepotismo




O candidato à prefeitura de Campina Grande pelo PCdoB, Inácio Falcão, afirmou que pretende criar uma política pública permanente para manutenção de instituições como a APAE, a Casa São Vicente de Paula, o Instituto Papel Marchê, a Casa da Criança, entre outras que enfrentam dificuldades para atender a demanda do município. De acordo com Inácio, o planejamento será viabilizado com o corte de verbas gastas em nepotismo.

“Apesar da pandemia e da crise financeira, isso é viável. É só tirar os recursos do nepotismo. Campina Grande tem hoje em torno de 15 milhões de reais já denunciados pelo Tribunal de Contas do Estado, então vai sobrar dinheiro para subsidiar essas instituições”, ressaltou Inácio em entrevista à TV Paraíba.

Segundo o representante da coligação ‘Campina tem jeito’, as instituições que atendem Campina Grande precisam ter mais voz e oportunidade no cenário das secretarias municipais. As instituições beneficentes sobrevivem hoje do valor que é repassado pelo Sistema Único de Saúde, que nem sempre dá pra suprir a demanda financeira.

“Vamos manter de forma permanente esses locais. Além do credenciamento e o repasse do dinheiro do SUS para que elas possam funcionar, nós precisamos fomentar a questão da política pública pela Secretaria de Ação Social e garantir também a participação da Secretaria de Saúde. Como candidato a prefeito, estou assumindo o compromisso com todas as instituições aqui de Campina Grande que prestam um bom serviço à população”, pontuou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.