Eleições 2020

Cícero diz que Covid-19 não pode ser culpada pelo déficit da educação em João Pessoa

Candidato apresentou propostas para a volta às aulas em entrevista à CBN.




Candidato do PP a prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena foi entrevistado pela CBN nesta quarta-feira (21). Foto: Angélica Nunes

O ex-senador Cícero Lucena, candidato do Progressistas a prefeito de João Pessoa, foi entrevistado pela CBN nesta quarta-feira (21). Sabatinado pelos jornalistas Laerte Cerqueira, Suetoni Souto Maior e Carla Visani, ele respondeu perguntas sobre o envolvimento em investigações policiais, educação, mobilidade urbana e melhoria da administração pública.

A pauta da Educação, uma das principais preocupações da população em 2021, no contexto da pandemia, deverá ser uma das prioridades da gestão de Cícero Lucena, caso ele seja eleito. O candidato foi cobrado sobre o que deve fazer para reverter o déficit do ensino que deverá aumentar devido à suspensão das aulas presenciais, sobretudo na rede pública. “O déficit existe com Covid ou sem Covid. As crianças eram para serem alfabetizadas com oito anos, mas não é esta a realidade. Não venham botar a culpa em Covid. O déficit existe porque não há compromisso da atual gestão. infelizmente os professores da rede pública inventaram de todas as formas, até usar seu celular mesmo para mandar tarefa para os seus alunos”, comentou.

Cícero disse que, caso eleito, deverá estabelecer protocolos sanitários para a rede privada, bem como para a rede pública, e explicou de onde sairá os recursos para investir na retomada das aulas presenciais na capital. “Temos um projeto de lei, que tramita no senado e vem sendo acompanhado pela senadora Daniella Ribeiro (Progressistas) no sentido de que parte dos recursos da Covid possa ser usado para manter um protocolo para escolas públicas. O fosso entre a educação pública e a privada está grande e temos que reverter isso”, pontuou.

 

Investigações

 

Ex-prefeito da capital por dois mandatos, Cícero Lucena também foi indagado sobre investigações que envolveram o seu nome, inclusive com prisão decretada. “A Justiça me inocentou por unanimidade de processos por questões políticas. Nenhum candidato teve a oportunidade de ter a sua vida investigada e após a inocência afirmada pela própria justiça. Graças a Deus para mim é uma pagina virada. Tive filhos que com cinco anos foi quebrado o sigilo bancário e provaram que o meu patrimônio era compatível com a minha renda. O que importa é olhar pra frente”, concluiu.

 

Mobilidade

 

Cícero Lucena disse que o problema do transporte público de João Pessoa deverá ser solucionado após um estudo. Para o candidato, não faz sentido a capital ter a tarifa mais cara do que em outras cidades que ofertam ônibus climatizados, uma de suas bandeiras na área nesta campanha. “Vamos fazer uma estudo para analisar que tem cidades com ônibus climatizados e tem a passagem mais baratas que a nossa. Quantas reportagens não mostraram nesta pandemia que na periferia foram retiradas várias linhas de ônibus? Deixamos  nossa gestão com o ligeirinho, com ar e tudo. Vamos restruturar todo o sistema de transporte, tendo como prioridade o trabalhador”, prometeu.

Sobre o BRT, Cícero disse que tem a capacidade de revolucionar os principais corredores ‘estrangulados’ da capital. “A prefeitura não teve a capacidade nem a eficiência para tirar do papel o dinheiro que foi de mais de R$ 130 milhões. Nós teremos a capacidade de fazer uma prateleira de papel. Vamos fazer uma parceira com o governo e atuar em trânsitos estrangulados da nossa capital”, reiterou.

 

Qualidade de vida

 

O candidato também foi cobrado infraestrutura nos bairro e afirmou que pretende melhorar principalmente o serviço de saúde à polução que estão desassistidas. “Eu deixei a capital com 100% e hoje só temos 80%. Fizeram um programa habitacional, atenderam a parte de moradia, mas não deram oportunidade de dar qualidade. Um exemplo, estive no Vista Alegre, um condomínio de 900 aparamentos e não tem uma creche, uma escola nem um PSF. São mais de três mil famílias que precisam desse serviço”, destacou.

Cícero Lucena disse que também deve melhorar o esgotamento sanitário, segundo ele, uma das áreas que deixou com saldo positivo com elevação de 34% para 76%. “Quando deixei a prefeitura entreguei o Alto do Mateus, Jardim Veneza e Bairro das Indústrias. O meu sucessor (Ricardo Coutinho) segurou essa entrega para a Cagepa. Como é prática repetir a mentira para virar a verdade, mas tenho certidão do Tribunal de Contas que essa elevação foi fruto do investimento no meu período”, comentou.

Entrevista

A rodada de entrevistas com os candidatos segue nesta quinta-feira (22) com Raoni Mendes (Democrata). A ordem dos postulantes na sabatina foi definida por sorteio. Ao todo, o candidato tem 30 minutos para falar de projetos, experiência política e planos que pretende colocar em prática, caso seja eleito.

 

Veja a ordem dos candidatos:

Dia 13/10/20 – Edilma Freire (PV)
Dia 14/10/20 – Nilvan Ferreira (MDB)
Dia 15/10/20 – Anísio Maia (PT)
Dia 16/10/20 – Ítalo Guedes (Psol)

Dia 17/10/20 – Sábado
Dia 18/10/20 – Domingo

Dia 19/10/20 – João Almeida (SD)
Dia 20/10/20 – Carlos Monteiro (Rede)
Dia 21/10/20 – Cícero Lucena (Progressistas )
Dia 22/10/20 – Raoni Mendes (DEM)
Dia 23/10/20 – Wallber Virgolino (Patriota)

Dia 24/10/20 – Sábado
Dia 25/10/20 – Domingo

Dia 26/10/20 – Rama Dantas (PSTU)
Dia 27/10/20 – Rafael Freire (UP)
Dia 28/10/20 – Camilo Duarte (PCO)
Dia 29/10/20 – Ricardo Coutinho (PSB)
Dia 30/10/20 – Ruy Carneiro (PSDB)


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.