Eleições 2020

Candidatos a prefeito de João Pessoa arrecadam mais de R$ 1 milhão na primeira semana de campanha

Enquanto seis não declararam nada, dois candidatos lideram em arrecadação com fundo partidário.




Eleições 2020 - Candidatos João Pessoa SD

Foto: Divulgação

Os candidatos nas eleições municipais deste ano tiveram a liberação para iniciar a campanha no último dia 27 de setembro. Uma semana depois, os 14 postulantes ao cargo de prefeito de João Pessoa já declararam ter arrecadado R$ 1,05 milhões através de apoiadores ou com recursos provenientes do partido e gasto R$ 338 mil com a campanha eleitoral.

A divisão, no entanto, não é tão equilibrada, já que seis deles ainda não registraram no sistema da Justiça Eleitoral nenhuma receita ou despesa de campanha. Os partidos políticos ou candidatos têm até o dia 25 de outubro para enviar à Justiça Eleitoral, por meio do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais(SPCE), a prestação de contas parcial da campanha, desde o início da campanha até o dia 20 de outubro.

Dentre os que  não apresentaram nenhum documento ainda estão Camilo Duarte (PCO), Carlos Monteiro (Rede), Cícero Lucena (PP), Pablo Honorato (PSOL), Rafael Freire (UP) e Rama Dantas (PSTU).

Na outra ponta, liderando em volume de arrecadação estão os candidatos Raoni Mendes (DEM) e Wallber Virgolino (Patriota). Cada um declarou ter recebido R$ 400 mil e em ambos casos a verba é proveniente do diretório nacional das suas legendas. A diferença entre eles é que o democrata iniciou a semana no ‘vermelho’, já que declarou ter gasto R$ 458,5 mil com o pagamento de fornecedores. Wallber gastou apenas R$ 110 mil do recurso.

Se a disputa entre Anísio Maia (PT) e Ricardo Coutinho (PSB) pelo Partido dos Trabalhadores fosse decidida pela arrecadação conquistada na primeira semana de campanha, o socialista sairia na frente. Enquanto o petista recebeu apenas uma doação de R$ 1 mil, Ricardo juntou R$ 45 mil, sendo R$ 30 do fundo nacional do PSB e o restante de apoiadores.

Ricardo também lidera nos gastos. O candidato do PSB já declarou despesas na ordem de R$ 35.700, enquanto Anísio Maia ainda não declarou despesas de campanha, embora esteja com o ‘bloco na rua’.

Além deles, já entraram no sistema de prestação de contas dos candidatos o total de R$ 207.500 arrecadado por Ruy Carneiro (PSDB); a receita de R$ 6 mil obtida por Edilma Freire (PV) com apoiadores e R$ 50 que Nilvan Ferreira (MDB) também recebeu de uma apoiadora da sua campanha.

Os dados estão atualizados até às 15h deste domingo (4) e podem sofrer mudanças, uma vez que o sistema da Justiça Eleitoral pode ser alimentado em tempo real por candidatos, partidos e coligações.

 

Candidatos  Receita   Despesa 
Anísio Maia (PT) R$           1.000,00 R$                     –
Camilo Duarte (PCO) R$                        – R$                     –
Carlos Monteiro (Rede) R$                        – R$                     –
Cícero Lucena (PP) R$                        – R$                     –
Edilma Freire (PV) R$           6.000,00 R$                     –
João Almeida (SD) R$                        – R$                     –
Nilvan Ferreira (MDB) R$                 50,00 R$                     –
Pablo Honorato (PSOL) R$                        – R$                     –
Rafael Freire (UP) R$                        – R$                     –
Rama Dantas (PSTU) R$                        – R$                     –
Raoni (DEM) R$       400.000,00 R$   458.500,00
Ricardo Coutinho (PSB) R$         45.400,00 R$      35.700,00
Ruy Carneiro (PSDB) R$       207.500,00 R$      33.875,20
Wallber Virgolino (Patriota) R$       400.000,00 R$   110.000,00
TOTAL R$   1.059.950,00 R$   638.075,20

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.