Educação

IFPB em CG abre 355 vagas para capacitação técnica

São 10 cursos ofertados no âmbito do Pronatec. As pré-matrículas começam nessa terça-feira (05).




De 05 a 13 de junho, o Campus Campina Grande do IFPB, em parceria com a Coordenação do Fome Zero Municipal, abre pré-matrículas para ingresso em 10 cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), também conhecidos como cursos de capacitação técnica. As 355 vagas são oferecidas pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Em Campina, os cursos vão atender aos seguintes públicos: beneficiários do Programa Federal de Transferência de Renda; usuários dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centros de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS); estudantes do Ensino Médio da rede pública, em articulação com a Secretaria Estadual de Educação; e beneficiários do Seguro-Desemprego, em articulação com o Ministério do Trabalho e Emprego. Os interessados devem ter entre 16 e 59 anos.

Os cursos oferecidos são Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Faturamento, Alfabetização Avançada, Cuidador Infantil, Recepcionista, Inglês Básico, Pedreiro de Alvenaria, Eletricista Instalador Predial, Operador de Processos Químicos em Mineração e Auxiliar em Administração de Redes.

Para ter mais informações sobre a quantidade de vagas, carga horária e a especificação de cada curso, acesse a página do IFPB através do site da instituição.

As pré-matrículas serão feitas na recepção do IFPB em Campina Grande, das 8h às 11h e das 14h às 20h. Para se inscrever, os candidatos devem apresentar o Número de Identificação Social (NIS) e cópia dos documentos RG, CPF e comprovante de residência. O comprovante de escolaridade será exigido no ato da matrícula.

Para o Curso de Alfabetização Avançada as aulas começam dia 16 de julho. Para os demais, dia 21 de Agosto. Ao longo dos cursos, que duram em média 3 a 4 meses, os candidatos selecionados terão direito a seguro de vida e auxílios transporte e alimentação.

O Pronatec tem como objetivo principal expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional e Tecnológica (EPT) para a população brasileira. Para tanto, prevê uma série de subprogramas, projetos e ações de assistência técnica e financeira que juntos oferecerão oito milhões de vagas a brasileiros de diferentes perfis nos próximos quatro anos.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.