Educação

Curso de Veterinária da UFPB é o mais concorrido do Grupo I no PSS-2010

Com apenas dois anos de existência o curso de Medicina Veterinária da UFPB já é o mais concorrido por oferecer amplo mercado de trabalho.



Divulgação
Divulgação

Da assessoria

Em menos de dois anos de existência, o curso de Medicina Veterinária oferecido pela Universidade Federal da Paraíba na cidade de Areia já é o mais concorrido do Grupo I do PSS 2010. As várias opções relacionadas ao mercado de trabalho o tornam um dos mais procurados entre os estudantes.

O curso é um dos 32 novos implantados na UFPB através do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) e vem atraindo cada vez mais a atenção de candidatos interessados no mercado da produção e saúde animal.

A primeira turma ingressou no segundo semestre de 2008, através de um vestibular especial, em que foram oferecidas 40 vagas e a concorrência foi de 21 candidatos por vaga. No segundo PSS, em 2009, foram oferecidas 60 vagas (duas entradas de 30 alunos) e a relação candidato/vaga foi de 8,5. No PSS 2010 foram oferecidas 70 vagas (duas entradas de 35 alunos) e o número candidato/vaga foi de 7,2, o maior na área de Ciências Agrárias.

A formação acadêmica tem duração mínima de cinco anos e máxima de sete anos e meio. Segundo a coordenadora do curso, professora Danila Barreiro Campos, os alunos dispõem de uma boa infra-estrutura com laboratórios como os de Bioquímica, Informática e Microbiologia e Sanidade Animal e o Hospital Veterinário com os demais laboratórios didáticos, que estão em fase de acabamento.

Com relação ao corpo docente, 10 novos professores já atuam no campus da UFPB em Areia e outros 10 concursados aguardam contratação. Outros 4 médicos veterinários foram aprovados em concurso recente e vão reforçar a equipe do Hospital Universitário.

Para a professora Danila Campos a Medicina Veterinária vive um momento de expansão. “No Brasil o agronegócio é atividade de grande destaque, principalmente quando se considera o aumento da produção e as crescentes exportações de carne bovina, suína e de aves. Além disso, deve-se considerar o crescimento dos segmentos de pets ou animais de companhia e de insumos para saúde animal.”

Campo de trabalho

A multiplicidade de campos de atuação desse profissional também chama a atenção. O Médico Veterinário, além de atuar na clínica médica e cirúrgica de animais domésticos e silvestres, pode atuar no manejo sanitário de nossos rebanhos, na inspeção e fiscalização higiênico-sanitária dos produtos de origem animal, no controle e erradicação de doenças animais transmissíveis ao homem, em laboratórios especializados, em universidades e outros órgãos públicos e privados.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.