Educação

Assembleia decide por fim da greve do IFPB em João Pessoa após 57 dias

Servidores e professores decidiram pelo fim da greve. Cerca de 5 mil estavam sem aulas no campus de João Pessoa.




Da Redação

Em uma assembleia realizada no início da tarde desta segunda-feira (26), os professores e servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) do campus de João Pessoa decidiram encerrar a greve que já durava 57 dias.

Os campi de Monteiro, Sousa, Cabedelo, Campina Grande, Cajazeiras, Princesa Isabel, Picuí e Patos continuam em greve. A data para o retorno das aulas ainda não foi definida.

De acordo com o o professor Adolfo Wagner, houve votação e os professores decidiram pela suspensão da greve. "Foram 75 votos pela suspensão e 43 votos contra", disse. Segundo o professor, que integra o comando estadual de greve, nenhuma reivindicação da categoria  foi atendida pelo Governo Federal.

Os servidores reivindicaram reajuste salarial de 16,4%, redução de 40 para 30 horas da jornada de trabalho dos servidores, maior participação dos funcionários nos conselhos deliberativos e democratização da estrutura do IFPB.

Na terça-feira (27) os membros do Sindicato dos Trabalhadores Federais da Educação Básica e Tecnológica da Paraíba (Sintef-PB)  vão participar de uma reunião com a direção do IFPB para juntos definirem uma data para o retorno das aulas.

Correção
No fim da manhã o Jornal da Paraíba havia informado que todos os campi do IFPB teriam encerrado a greve, mas a informação que foi passada por um funcionário do própio sindicato estava incorreta. Apenas o campus de João Pessoa encerrou a greve e, portanto, diferente do que foi publicado anteriormente, apenas 5 mil dos 12 mil alunos voltam às aulas na próxima segunda-feira (3).

Atualizada às 16h28


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.