Economia e Negócios

Tempo para abrir e fechar empresas deve ser reduzido em 80%

Nova regulamentação do serviço de tributação de micro e pequenas empresas amplia em mais de 140 o número de áreas beneficiadas.




O Supersimples Nacional, serviço de tributação das micro e pequenas empresas brasileiras (MPEs), teve nova regulamentação publicada no Diário Oficial da União na última segunda-feira (8). Com o novo regimento, estima-se que o tempo de abertura e fechamento de empresas seja reduzido em até 80%. Além disso, o benefício foi ampliado para englobar setores anteriormente não abordados pelo programa, como o de serviços. 
 
De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista do Distrito Federal (Sindivarejista), Edson de Castro, a informatização dos processos permitirá maior economia e eficiência, eliminando etapas burocráticas e agilizando o atendimento nas juntas comerciais.
 
Com a resolução, o critério para inclusão de atividades no Simples passa a ser o de faturamento das empresas – que pode chegar a até R$ 3,6 milhões por ano – e não mais o de área de atividade. Áreas como produção e comércio atacadista de refrigerantes, fisioterapia, corretagem de seguros, corretagem de imóveis de terceiros e serviços advocatícios poderão optar pelo novo programa a partir de 1º de janeiro de 2015.
 
Uma segunda parte do texto deve ser publicada até novembro, incluindo outros benefícios como a regulamentação do limite de receita para exportações das empresas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.