Economia e Negócios

Prefeitura de Campina Grande amplia prazo para pagamento em cota única e contribuinte já pode baixar boletos pelo portal do Município

Em 2021 não haverá entrega de carnês pelos Correios e Telégrafos.




A Prefeitura de Campina Grande, atraves da Secretaria de Finanças do Município (Sefin), ampliou o prazo de pagamento em cota única e com desconto do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para o dia 15 de março.

Os contribuintes que fizerem a opção pelo pagamento total terão um prazo maior, já que o prazo anterior era 8 de março. Além disso, os boletos já estão no site. Em 2021 não haverá entrega de carnês pelos Correios e Telégrafos.

De acordo com a prefeitura, a mudança no sistema de pagamento tem como base a eficiência com o gasto público, por meio da redução do uso de papel, além da preocupação com o meio ambiente. Outro objetivo é manter o cuidado com a saúde da população, diante da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Ainda conforme a prefeitura, as pessoas que não tiverem acesso à internet ou não disporem de acesso a computadores poderão solicitar seu carnês em escolas da rede municipal. O serviço deve ser disponibilizado nos próximos dias, em 17 unidades da rede municipal. A prefeitura ainda não definiu a data do início do atendimento presencial.

“A parceria com a Seduc permite a descentralização do atendimento e, com isso, evitamos também que se formem aglomerações. Este é mais um cuidado nosso, diante da pandemia que estamos vivendo desde o ano passado”, destacou o secretário municipal de Finanças, Gustavo Braga.
Segundo o secretário, os contribuintes de Campina Grande que estiverem em dia com o IPTU e fizerem a opção pelo pagamento em cota única, terão direito ao desconto de 15%. Haverá também descontos diferenciados para contribuintes inadimplentes que desejam ficar em dia com o imposto.

Já os contribuintes que estão em débito com o exercício de 2020 terão direito ao desconto de 10%. E os contribuintes inadimplentes, com dois ou mais anos, terão um abatimento de 5% nos valores dos boletos.

O Secretário de Finanças disse ainda, que o valor do IPTU deste ano, por imposição legal, só tem acrescido o índice inflacionário de 2020, não se aplicando reajuste real no imposto cobrado.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.