Economia e Negócios

Preço da cesta básica compromete 42,88% do salário mínimo do trabalhador em JP

A cidade registrou o segundo menor preço do produto, dentre 17 capitais do país.




Preço da cesta básica compromete 42,88% do salário mínimo do trabalhador em João Pessoa. Foto: Kleide Teixeira/Arquivo

Para colocar comida na mesa, o trabalhador de João Pessoa precisa comprometer 42,88% do salário mínimo na compra de uma cesta básica, percentual que equivale a R$ 414,50. Mesmo assim, um levantamento divulgado nesta sexta-feira (4), pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), mostrou que no mês de agosto, o preço da cesta básica em João Pessoa teve uma redução de 0,78%, em relação a julho. Com isso, a capital paraibana registrou o segundo menor preço do produto, dentre as 17 capitais pesquisadas.

Em João Pessoa, dez produtos tiveram aumento em seus preços, se comparados com o mês de julho: leite (7,06%), óleo (4,55%), açúcar (3,32%), manteiga (3,01%), carne (2,52%), banana (2,32%), pão (1,88%), arroz (1,53%), farinha (0,69%) e café (0,21%). Os itens que apresentaram queda nos preços foram tomate (-18,36%) e feijão (-8,36%).

O cálculo é feito levando em consideração uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças. Para se ter uma ideia, com base na cesta básica mais cara, que em agosto foi a de São Paulo (R$ 539,95), o Dieese estima que o salário mínimo necessário para suprir as necessidades básicas do trabalhador brasileiro deveria ser R$ 4.536,12, o que corresponde a 4,34 vezes o salário vigente de R$ 1.045.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.