Economia e Negócios

Pequenos negócios na Paraíba ainda continuam receosos em relação à volta dos clientes

De acordo com os dados, 79% afirmaram que o seu faturamento mensal diminuiu em relação a um mês normal.




Pequenos negócios na Paraíba ainda continuam receosos em relação à volta dos clientes. Foto: Divulgação

Apenas 44% dos pequenos negócios paraibanos acreditam que mais da metade dos clientes voltará em 30 dias, de acordo com a sétima edição da pesquisa “O impacto da pandemia do coronavírus nos pequenos negócios”, realizada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas. A pesquisa também revela que, no estado, a expectativa é de que a economia volte ao normal daqui a cerca de 10 meses – no Brasil, a expectativa é de que isso ocorra em apenas 11 meses.

De acordo com os dados, 79% dos respondentes na Paraíba afirmaram que o seu faturamento mensal diminuiu em relação a um mês normal, enquanto que 13% registraram aumento, 5% afirmaram que o faturamento permaneceu igual e 3% não sabe ainda ou não quis responder. Essa variação no faturamento foi em média de 35% para os empreendedores paraibanos.

Para a gerente da unidade de gestão, estratégia e monitoramento do Sebrae Paraíba, Ivani Costa, é importante destacar que os pequenos negócios e os MEIs dependem muito do comportamento do mercado de trabalho e da renda do consumidor final.

“A massa de rendimentos da população ocupada no Brasil registrou queda na comparação com 2019. Portanto, os resultados dos pequenos negócios serão um reflexo do que ocorrer com o nível de emprego e renda do trabalhador brasileiro. Na Paraíba segue o mesmo comportamento”, destacou.

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 31 de agosto e contou com uma amostra de 7.586 respondentes de todos os 26 estados e Distrito Federal, composta por 57% microempreendedores individuais, 38% microempresas e 5% empresas de pequeno porte. Na Paraíba, foram 110 entrevistados.

Um novo dado que esta edição trouxe foi em relação ao local onde estão situados os negócios, mostrando que, na Paraíba, 41% dos pequenos negócios são situados em lojas ou salas, 3% em shoppings, 26% na própria casa do empreendedor e 4% na casa ou local do cliente.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.