Economia e Negócios

'Paraíba oferece mix de oportunidades no turismo de negócios, lazer e cultural'

Olivier Hick gere 300 hoteis no Brasil, sendo o mais novo em Campina Grande.




Foto: Cacio Murilo/MTur

“A Paraíba é um destino turístico de grande potencial, justamente por oferecer um ‘mix’ de oportunidades, seja no turismo de negócios, de lazer, cultural ou estudantil”. A declaração é do vice-presidente executivo de operações Midscale & Economy AccorHotels América do Sul, Olivier Hick, empresa que opera 300 hoteis no país e está chegando a Campina Grande. Este é o segundo hotel operado pela empresa na Paraíba.

O currículo de Olivier dá dimensão da sua avaliação. O francês estudou na Suíça e atuou profissionalmente na Polinésia, Serra Leoa, Tailândia, Coréia do Sul, Tunísia e chegou a gerenciar um grupo com 60 hoteis no Oriente Médio, com base em Dubai. Ele atua desde 2006 na América do Sul e assumiu seu cargo atual em outubro deste ano.

A operação em Campina Grande está de olho não apenas no São João, mas também nos outros negócios que crescem na região. Na análise de Olivier, “Campina Grande é uma das cidades mais importantes do Nordeste, é um polo industrial regional e também um polo cultural enorme”.

Estas características fazem da cidade um centro de atração de turistas, sejam eles a lazer ou negócios. “Por isso, vimos a oportunidade, junto com um investidor, de inaugurar um hotel no município”, justifica.

A expectativa é de a ocupação chegue a 60% em um ano, mas o São João deve ajudar a catapultar este resultado.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.