Economia e Negócios

Paraíba apresenta alta de 13,83% na arrecadação de impostos, em outubro

‘Boletim Covid-19’, da Sefaz, mostra que o Estado arrecadou R$ 585 milhões por meio do ICMS, IPVA e ITCD.




Arquivo

A arrecadação dos impostos ICMS, IPVA e ITCD, na Paraíba, apresentou um aumento de 13,83% no mês de outubro, em comparação com o mesmo período de 2019. Segundo dados do ‘Boletim Covid-19’, da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), esta é a terceira alta consecutiva da arrecadação da receita própria do estado, após a queda provocada pela pandemia da Covid-19, entre os meses de abril e julho.

Por outro lado, entre os meses de abril e outubro de 2020, a Paraíba deixou de arrecadas R$ 43,5 milhões por meio do ICMS, IPVA e ITCD – uma diferença negativa de 1,22% em comparação ao mesmo período do ano passado. Por meio apenas do ICMS, o Estado deixou de receber R$ 52,4 milhões, pelo ITCD, R$14,6 milhões. O IPVA, no entanto, seguiu a contramão, registrando uma alta de R$ 23,5 milhões.

Em valores absolutos, segundo o documento apresentado pela Sefaz, a Paraíba recolheu R$ 585 milhões por meio do ICMS, IPVA e ITCD, durante o mês de outubro. Considerando os valores isolados de cada imposto, o ITCD apresentou uma elevação de 32,59%, ICMS uma alta de 13,82% e o IPVA um incremento de 11,82% quando comparados ao mesmo mês de 2019.

Cinco setores concentraram, sozinhos, 92,02% da receita do ICMS na Paraíba em outubro; são eles:

  • Comércio Atacadista – 22,15%
  • Varejista – 22,13%
  • Petróleo, Combustíveis e Lubrificantes – 20,46%
  • Secundário/Indústria – 16,06%
  • Energia Elétrica – 11,22%

 

O ‘Boletim – Covid-19’ da Sefaz

 

O informativo da Sefaz tem está em sua 14ª edição, e tem o intuito de trazer um panorama dos impactos da pandemia do novo coronavírus na economia paraibana. Os dados do boletim são distribuídos por diversos segmentos e entidade, e possibilitam, também, o acompanhamento das receitas do Estado.

O ‘Boletim Covid-19’, da Secretaria da Fazenda da Paraíba (Sefaz-PB), de outubro, pode ser conferido aqui.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.