Economia e Negócios

Mercado de declarações de IR aquecido na PB

Escritórios de contabilidade, contadores autônomos e outros profissionais cobram entre R$ 30 e R$ 100 para fazer declarações de IR.




O “mercado” das declarações de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) está aquecido. A menos de 15 dias para o fim do prazo, escritórios de contabilidade, contadores autônomos e outros profissionais cobram entre R$ 30 e R$ 100, em João Pessoa, para reunir as informações dos contribuintes para remeter à Receita Federal. Como a procura cresce nos últimos dias, o volume de serviço deve alimentar ainda mais escritórios e autônomos nesta reta final.

Os especialistas, no entanto, alertam aos contribuintes para não procurar pessoas não capacitadas para realizar a tarefa. “É uma questão de segurança com as informações que são prestadas”, explica o contador Cleiton Cândido, que acrescenta: “quem só sabe como funciona o programa da Receita não é a pessoa mais adequada para prestar certas informações”, enfatiza.

O contador afirma cobrar o preço médio de R$ 100 por cada declaração, justificando que oferece garantias e acompanhamento de toda prestação de contas do contribuinte.
Há quatro anos no mercado, Cleiton alerta que a principal dificuldade para a confecção das declarações de Imposto de Renda é a falta de documentos.

“A documentação incompleta é o único fator que dificulta um pouco nossa produção. O cliente precisa reunir todas suas informações, o trabalho de ter que buscar um novo documento pode estourar o prazo da Receita nesta reta final”, destaca o contador.

Os preços cobrados por cada declaração variam de acordo com o número de bens e de fontes de renda registradas pelos contribuintes, segundo a contadora Adriana Gomes. Estas variáves implicam em valores que vão de R$ 60 a R$ 100. Há 14 anos no mercado, ela estima um crescimento de 80% na procura pelos seus serviços durante as duas últimas semanas do prazo dado pela Receita. “Mesmo os clientes que temos há muito tempo deixam sempre para trazer seus documentos nas últimas horas”, relatou.

Adriana ressalta que a rapidez no envio também proporciona maior agilidade da Receita em restituir o contribuinte, se for o caso. “Além de facilitar o trabalho, com mais tempo para detalhamento das informações, entrar em lotes mais rápidos é a principal vantagem de agilizar a entrega da declaração”, destaca a contadora.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.