Economia e Negócios

João Pessoa tem a 3ª cesta básica mais barata do Brasil em setembro, diz Dieese

Quadro é influenciado por queda no preço de produtos como tomate, que ficou 9,3% mais barato.




Cesta básica, supermercado, Natal, frios, feira (Foto: Herbert Clemente)

Foto: Herbert Clemente

João Pessoa teve a terceira cesta básica mais barata do Brasil no mês de setembro, de acordo com dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgados nesta quinta-feira (4). O conjunto dos produtos essenciais custou R$ 328,99 no período, valor 1,94% menor que o de agosto. No outro extremo, a cesta básica mais cara foi registrada em Florianópolis, capital de Santa Catarina, onde custou R$ 435,47, valor 32,36% superior ao de João Pessoa.

A queda também colocou a capital na lista das três cidades com maior redução, perdendo apenas para Goiânia (queda de 2,31%) e Recife (queda de 2,17%).

Esse movimento foi bastante influenciado pela queda no preço de produtos como tomate, que ficou 9,3% mais barato no período, farinha (7,16%), banana (5,17%) e açúcar refinado (5,09%). Além disso, mesmo o preço dos produtos que ficaram mais caros não teve uma variação tão significativa. Para dar uma ideia, o item que ficou mais caro variou apenas 1,73%, o arroz agulhinha.

A banana segue como destaque no acumulado dos últimos 12 meses, já que o preço da fruta caiu 27,48% desde outubro do ano passado. O leite, em compensação, subiu 15,7%.

Com este movimento, o tempo de trabalho necessário para adquirir o conjunto de itens também foi reduzido. Trabalhadores que recebem um salário mínimo como remuneração usaram 72 horas e 52 minutos do seu trabalho apenas para a compra da cesta básica, quase cinco horas a menos do que em agosto.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.