Economia e Negócios

Carros econômicos terão IPI menor

Novas regras vão durar de 2013 a 2017 e podem levar à redução de até 34 pontos percentuais do IPI.



Francisco França
Francisco França
Veículos que estiverem dentro das novas regras terão redução de 30 pontos percentuais no IPI

O governo anunciou ontem o novo regime automotivo, que vai reduzir os impostos de veículos com menor consumo de combustível e que utilizem insumos considerados estratégicos, que usarão critérios de segurança e eficiência.

As novas regras vão durar de 2013 a 2017 e podem levar à redução de até 34 pontos percentuais do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), dependendo das metas atingidas de elevação da eficiência de consumo de combustíveis e de investimento em tecnologia.

Segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, as novas regras darão um impulso para o crescimento da produção e da inovação no setor. "O objetivo é gerar mais empregos. E nós queremos também o benefício do consumidor com um produto cada vez melhor, mais eficiente, mais moderno, a preços cada vez menores", afirmou

Os veículos que estiverem dentro das novas regras terão redução de 30 pontos percentuais no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). Além disso, os fabricantes que cumprirem metas adicionais de eficiência energética terão redução adicional de dois pontos percentuais na alíquota do IPI.

Para tanto, terão de elevar até 2016 a eficiência do consumo de combustível de 14 km por litro de gasolina para 17,2 km por litro.

No caso do etanol, a elevação será de 9,7 km por litro para 11,9 km por litro. Segundo o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, esse aumento da eficiência do consumo da gasolina vai representar uma economia anual de R$ 1.050,00 para o consumidor. "Isso representa três quartos do que é gasto com IPVA em média", disse.
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.