Economia e Negócios

Após nova interrupção da bolsa, dólar dispara mais de 6%

Bovespa interrompeu negócios pela 2ª vez no dia. Mercados mundiais operam sob forte tensão.




Do G1

O dólar acentua sua alta nesta segunda-feira (6), após a segunda interrupção de atividades pela Bovespa no dia via ‘circuit breaker’ devido à queda de 15% com instabilidade dos mercados financeiros mundiais.

 

Por volta das 11h50, a moeda norte-americana subia 6,57%, vendida a R$ 2,18.

 

Nos mercados de todo o mundo, temores sobre a saúde econômica da Europa deixam em segundo plano o alívio provocado pela aprovação, pelos Estados Unidos, do plano de US$ 700 bilhões em ajuda aos bancos.

 

Na Europa, as principais bolsas tinham fortes baixas por volta das 12h. A bolsa de Londres recuava 6,88%. Na França, o índice CAC tinha queda de 8,25%, enquanto a bolsa de Frankfurt caía 6,87%. Em Moscou, quedas de cerca de 15% provocaram a interrupção dos negócios, num cenário que vem se repetindo nos últimos dias.

 

Nos EUA, o índice Dow Jones operava pela primeira vez desde 2004 abaixo dos 10 mil pontos, com queda de 4,87%. Na Ásia, o dia também foi de perdas, com a bolsa de Tóquio recuando 4,25%, em seu pior desempenho desde 12 de fevereiro de 2004.

 

Na semana passada, o dólar fechou com alta superior a 10%, após muita volatilidade nos mercados, causada pelas expectativas em torno da aprovação e dos efeitos do pacote de resgate ao setor financeiro nos Estados Unidos. Na sexta-feira a divisa subiu 1,24%, cotada a R$ 2,046.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.