Economia e Negócios

Aneel autoriza aumento e tarifa de energia fica mais cara na região de Campina Grande

O reajuste também é válido para as cidades de Boa Vista, Fagundes, Lagoa Seca, Massaranduba e Queimadas.




Energisa energia elétrica (Foto: Assessoria de Imprensa da Energisa)

Aneel autoriza aumento e tarifa de energia ficará mais cara na região de Campina Grande. Foto: Assessoria/Energisa

A partir desta quinta-feira (4), os consumidores de Campina Grande e região vão precisar economizar no uso de energia elétrica, se não quiserem pagar mais caro. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (2), um aumento médio na tarifa de 5,21%.

Além da Rainha da Borborema, o reajuste também é válido para as cidades de Boa Vista, Fagundes, Lagoa Seca, Massaranduba e Queimadas.

O percentual de 5,21% é uma média. Os clientes de baixa tensão vão ter um aumento de 4,06%, enquanto que os de alta e média tensão, a exemplo das indústrias, terão um incremento de 8,61% nas contas de luz.

A Aneel explicou que o aumento é para suprir despesas relacionadas com as atividades de transmissão de energia. Um dos pontos foi o aumento de custos referentes às novas instalações de transmissão.

A revisão tarifária, ainda segundo a empresa, está prevista nos contratos de concessão. O objetivo é promover o equilíbrio das tarifas, com base na remuneração dos investimentos das empresas voltados à prestação dos serviços de distribuição e a cobertura de despesas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.