Cultura

Troféu Gonzagão se torna patrimônio cultural imaterial de Campina Grande

Troféu é considerado a principal premiação da música nordestina.




Foto: Eloyna Alves

O Troféu Gonzagão se tornou, nesta terça-feira (26), patrimônio cultural imaterial de Campina Grande com aprovação de Projeto de Lei da Câmara de Vereadoes de Campina Grande. O objetivo foi enaltecer a iniciativa que há dez anos documenta, divulga, incentiva, preserva e passa para as novas gerações uma essência positiva da cultura popular nordestina através da sua música e suas raízes históricas representada pelo forró.

>> ‘Troféu Gonzagão – Melhores Momentos’ será exibido pela Globo em Portugal

Principal premiação da música nordestina, o Troféu Gonzagão que chegou a sua décima edição em 2018. O Gonzagão é uma realização do Instituto Intercultural Brasil (Inbra), da Prefeitura Municipal de Campina Grande e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com apoio da Rede Paraíba de Comunicação.

Histórico

Há 10 anos, dentro de uma clínica de odontologia em Campina Grande, surgia aquele que seria o maior evento da música nordestina: o Troféu Gonzagão. Idealizado pelos dentistas Ajalmar Maia e Rilávia Cardoso, o prêmio nasceu com a proposta de difundir e preservar a história construída, musicalmente, por muitas mãos e vozes, através de importantes referências musicais que se destacam no Nordeste, no Brasil e em muitos outros países.

Com esse intuito, em 2008, foi realizada a primeira edição homenageando o Rei do Baião Luiz Gonzaga. Em 2018, o Troféu Gonzagão representa um marco comemorativo e histórico do evento que ao longo de 10 anos homenageou artistas como Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Alceu Valença, Zé Dantas, Marinês, Sivuca, Nando Cordel, Raimundo Fagner, Alcione, Genival Lacerda, Geraldo Azevedo, Quinteto Violado, Falamansa, Carlinhos Brown além de cineastas, escritores, cordelistas e demais ativistas culturais que promovem a divulgação e preservação do forró.
“O Troféu Gonzagão é a evocação de uma cultura que tem como bandeira o forró e que se constitui, também, como uma forma de exaltar as brilhantes expressões artístico-culturais do nosso país”, afirma Ajalmar Maia.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.