Cultura

Totonho lança concurso para escolher o roteiro do seu próximo videoclipe

Roteiro é para videoclipe da música ‘Tem Mais Igreja do que Supermercado’.




Totonho

Cantor paraibano Totonho lança concurso para escolher o roteiro do seu próximo videoclipe.
Foto: Rafael Passos

O cantor Totonho lançou um concurso para escolher o roteiro do videoclipe da música ‘Tem Mais Igreja do que Supermercado’. A competição é realizada em parceria com o cineasta e produtor cultural Carlos Dowling.

A proposta vencedora será considerada para gravação do videoclipe e receberá prêmio em dinheiro no valor de R$ 500,00. A ideia do concurso surgiu de conversas e dilemas sobre como produzir um videoclipe em tempos de Pandemia, onde as condições se tornam mais difíceis por conta das medidas de distanciamento social para prevenir a proliferação da Covid-19.

A iniciativa tem patrocínio da Lei Aldir Blanc Paraíba através do Edital Margarida Cardoso, para projetos de videoclipes e filmes de curta-metragem. Totonho destaca que a proposta não é apenas promover uma consultoria para agregar ideias, mas promover uma interação com a equipe do videoclipe.

“Gostaríamos que houvesse um melhor compartilhamento da obra, uma interatividade. Em tempos de crise a necessidade gera outras filosofias, outras políticas, levantes, buscas de alternativas”, explicou o músico paraibano.

Inscrições

 

Os interessados podem se inscrever até o dia 6 de julho pelo e-mail basilisco.producoes@gmail.com tendo como assunto: TEM MAIS IGREJA DO QUE SUPERMERCADO: [Nome da/do concorrente].

No site oficial, estão divulgadas as informações sobre o modelo de roteiro e também acesso à letra da canção e à música gravada.

A música 

 

A canção ‘Tem Mais Igreja do que Supermercado’ foi composta em 2010 e apresentada ao publico pela primeira vez em abril do mesmo ano, num show na cidade de Catolé do Rocha, alto Sertão da Paraíba. Desde então, a música foi cantada e performada em diversos outros shows e apresentações musicais, mas só viria a virar faixa de um álbum de estúdio de Totonho em 2018, com o lançamento de ‘Samba Luzia Gorda’.

A letra aborda as manifestações de religiosidade, muito genuínas da cultura paraibana, nordestina e brasileira, em paralelo à ascensão de igrejas cristãs que promovem a mercantilização da crença e atuam na mesma lógica de empresas privadas, transformando a Fé num excelente negócio.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.