Cultura

Seu Pereira e Coletivo 401 lança documentário com expedição musical pela BR-101

Banda paraibana rodou o país faz um panorama da cena independente brasileira.




Foto: divulgação/Thercles Silva

A banda Seu Pereira e Coletivo 401 se jogou nas estradas do Brasil durante 23 dias no ano de 2019. O combo paraibano embarcou numa van e rodou 6.500 km pelo Brasil, com paradas por oito estados. O resultado é um documentário sobre a cena e o mercado musical indie que foi liberado na noite desta sexta-feira (11), junto com o novo single “Pela 101”.

O documentário mostra os bastidores da turnê. No total eles fizeram nove shows que foram antecedidos por um bate papo sobre produção independente e oficinas de produção musical com Ableton, poesia, bateria, entre outras. Foi uma imersão na engrenagem da música independente brasileira, trocando com fãs, produtores e artistas locais e outros profissionais da área.

O vídeo abriga a diversidade do povo brasileiro, sotaques mil, e mostra o que acontece atrás dos palcos. A pergunta “existe alternativa para os alternativos?” está em pauta.

“A experiência com a expedição Seu Pereira na BR 101 serviu para comprovar que a alternativa pros artistas independentes no Brasil é a busca e o foco na autogestão. Desde a gravação e produção dos álbuns até divulgação online, estratégias criativas, parcerias com outros artistas… E por fim, se jogar na estrada. A expedição em parceria com a Natura, provou que estamos no caminho certo. Esse documentário de longa metragem é um marco histórico na nossa carreira”, afirma Seu Pereira.

O documentário traz um tema atual, que serve como material de estudo para o que será o mercado da música pós covid-19.

Single

O single “Pela 101”, que sai em todas as plataformas de streaming de música é um rock de pegada retrô, que fala de esperança e dias melhores no cenário político nacional, sem deixar o bom humor de lado. “Os personagens seguem pela BR 101, fugindo do caos apocalíptico, lutando contra zumbis, vampiros, capitães, generais entre outros vilões. Quem quiser pode trocar os personagens fantasiosos por pessoas bem reais”, diz Seu Pereira.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.