Cultura

Série recomeça amanhã no FX

Segunda temporada de Homeland estreia neste sábado (20) no canal FX;  série tem no seu elenco a atriz brasileira Morena Baccarin.




O 11 de setembro de 2001 deixou marcas profundas na América. Marcas que foram refletidas no cinema, na TV e na música – só para você ter uma ideia, Homem-Aranha (2002) de Sam Raimi, que estrearia dali a poucos meses, teve digitalmente apagadas cenas que incluíam as Torres Gêmeas, destruída nos atentados daquele dia.

Onze anos depois, a América consegue abordar o tema e mexer nas feridas. E certamente a melhor produção sobre o assunto – terrorismo – é a premiada série Homeland, cuja segunda temporada estreia amanhã no Brasil, via canal pago FX (22h, horário local).

A grande vencedora do Prêmio Emmy deste ano (o Oscar da TV americana), Homeland é pura tensão. O enredo é engrenado pela desconfiança da agente da CIA Carrie (Claire Danes) sobre o fuzileiro americano Nick Brody (Damian Lewis), que dado como desaparecido no Afeganistão, volta aos EUA como herói nacional.

Carrie tem motivos para acreditar que Brody tem uma estreita ligação com um grupo terrorista que pretende atacar os Estados Unidos e essa é a espinha dorsal da primeira temporada (que acaba de sair em DVD no Brasil), repleta de reviravoltas, surpresas e emoções, dentro de um enredo tão eletrizante quanto as melhores temporadas de 24 Horas.

Amanhã, os fãs vão reencontrar Carrie e Brody na seguinte situação: ela, longe do birô, se dedica a dar aula, até que seu antigo chefe, Saul (o ótimo Mandy Patinkin), implora sua ajuda em uma missão em Beirut. Enquanto isso, Brody, agora deputado, é cortejado para sair candidato a vice-presidente dos EUA.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.