Cultura

Segal e Sossoko: a união da kora com o cello

Mimo traz a João Pessoa, nesta sexta-feira, o elogiado encontro do músico africano Ballaké Sossoko com o francês Vincent Segal



Divulgação
Divulgação
Segal e Sossoko se encontram hoje, no adro da Igreja de São Francisco, no Centro da capital, com entrada gratuita

André Cananéa

Tudo começou com a apresentação do cultuado duo Bumcello, formado pelo violoncelista francês Vincent Segal e pelo percussionista alemão Cyril Atef. Dedicado ao trip-hop, impregnado por sonoridades dub, a apresentação da dupla conquistou o músico africano Ballaké Sissoko, uma das grandes referências de kora no mundo.

Logo, Sissoko e Segal (que costumam acompanhar estrelas como Sting e Cesária Évora) estavam ensaiando para o que viria a ser o elogiado disco ‘Chamber Music’ (ainda inédito no Brasil), composto pelo som hipnótico da kora (instrumento de 21 cordas que reproduz um som semelhante ao da harpa) e embalado pelos belos acordes do violoncelo.

O show ‘Música de Câmara’ (tradução para o título do disco) conquistou a Europa e desembarca no Brasil afinadíssimo, para apresentações na Mimo de Olinda (que aconteceu na última quarta-feira) e em João Pessoa, nesta sexta-feira, às 20h, na Igreja de São Francisco, com entrada gratuita.

Em João Pessoa, a Mimo (Mostra Internacional de Música de Olinda) segue até este sábado (10), quando se apresenta, na Igreja São Frei Pedro Gonçalves, o trompetista Alex Tassel.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.