Cultura

‘Que puxa!’ Snoopy e Charlie Brown estreiam nos cinemas em 3D

Baseado nas tiras de Charles M. Shulz, ‘Peanuts, O Filme’ estreia nos cinemas de João Pessoa e Campina Grande.



Reprodução
Reprodução
Azarado Charlie Brown quer ser popular e conta com ajuda de Snoopy

Está de volta o azarado garoto de camisa amarela engraçada, que vive sempre se lamentando – “Que puxa!” –, cabisbaixo, apaixonado pela garotinha ruiva da escola e dono de um beagle cheio de imaginação. A diferença agora que ele deixa as duas dimensões típicas da fama no traço simples do seu criador, o cartunista norte-americano Charles M. Schulz (1922-2000), e adentra na remodelação do 3D das telonas, sem perder a personalidade.

Estreia em João Pessoa e Campina Grande o longa-metragem de animação Snoopy & Charlie Brown: Peanuts, O Filme (The Peanuts Movie, EUA, 2015), dirigido por Steve Martino (de A Era do Gelo 4 e Horton e o Mundo dos Quem) com roteiro do filho e neto de Schultz, Craig e Bryan, respectivamente, junto com o estreante Cornelius Uliano.
 
Enquanto o simpático cãozinho Snoopy embarca em sua maior missão até hoje – quando ele alcança o céu atrás de seu arqui-inimigo, o Barão Vermelho – seu melhor amigo, o “bom e velho” Charlie Brown, inicia a sua própria missão épica: tornar-se popular. 
 
Junto com o menino que não consegue empinar pipa ou ganhar uma única partida como o capitão de beisebol do bairro, estão outros personagens bastante conhecidos da mais de 18 mil tirinhas que Schulz fez, publicadas entre os anos de 1950 e 2000.
 
Dentre eles, a mal-humorada e mandona Lucy, que oferece seus conselhos psiquiátricos por 5 cents; Linus, irmão caçula de Lucy que vive com seu inseparável cobertor; a temperamental Sally, irmãzinha de Charlie Brown; e Patty Pimentinha, uma menina de gênio forte e não dá seu braço a torcer por ter uma quedinha pelo protagonista.
 
O filme concorreu ao Globo de Ouro de Melhor Animação (perdendo para Divertida Mente) e possivelmente estará entre os indicados ao Oscar na categoria, que será divulgada nesta quinta-feira.
Sucesso em tiras de jornal pelo mundo todo, a série com Snoopy e cia. ganhou uma coletânea definitiva nos  Estados Unidos que chegou no Brasil em 2009 e se encontra no seu oitavo volume.
 
Cada edição de Peanuts Completo (L&PM Editores) engloba dois anos de publicação das tiras. O mais recente mostra o período entre 1965 e 1966. Lá fora, o último volume, 25º, está programado para abril.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.