Cultura

Quais teatros estão na ativa em JP?

Lima Penante e Santa Roza estão precisando passar por reforma. O Paulo Pontes está com uma pauta concorrida.




A inauguração do Teatro A Pedra do Reino veio somar aos poucos equipamentos culturais que a cidade possui na ativa. Há pouco mais de um ano de sua reabertura, após uma grande reforma, o Paulo Pontes, no Espaço Cultural José Lins do Rego, vem com a pauta concorrida em virtude dessa escassez de teatros, de acordo com a presidente da Funesc, Márcia Lucena.

“Estamos começando em agosto o projeto ‘Ocupação Funesc’, convidando grupos de circo, teatro e dança com trabalhos já montados para se apresentarem no Paulo Pontes ou no Teatro de Arena”, explicou Lucena. “Isso habilita o teatro a estar sempre ocupado, além das suas pautas independentes”.

A presidente da Funesc garante que ainda este ano, o Teatro Santa Roza, que se encontra em reforma desde o final de 2013, será entregue. “Neste momento, estão cuidando da caixa acústica”, informa.
Inaugurado em 1889 no Centro da cidade, a demora do Santa Roza é devido ao tombamento histórico do prédio, segundo Márcia.

Outro equipamento que necessita de uma reforma é o Lima Penante, também localizado na região central de João Pessoa.

De acordo com o administrador do teatro, o ator Edilson Alves, o equipamento pertencente à UFPB está cumprindo as pautas que já tinham sido agendadas antes da greve da instituição.“O Lima Penante tem 33 anos e há mais de 20 que não passa por uma reforma”, frisa.

Com duas décadas completadas no mês de março, o Teatro Ednaldo do Egypto, no bairro de Manaíra, já tem tradição de regularmente ter em cartaz espetáculos voltados ao público infantil.

Outro destaque é o Centro Cultural Piollin, no Roger (ao lado da Bica), cuja estrutura comporta a ‘Casa Grande’ que pode abrigar eventos diversos e um teatro de arena com um salão de ensaio.
Já o Teatro do Sesi, próximo ao Pavilhão do Chá, sempre acolhe projetos gratuitos do gênero, geralmente promovidos pelo Sesc Centro João Pessoa.

Por fim, o Teatro Ariano Suassuna, anexo do Colégio Pio X, em Tambiá, ainda se encontra de portas fechadas. Procurado pela reportagem, o responsável se encontra de férias.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.